Opinião e Crónicas

Valores e Tradições

Não espero, e ninguém espera, uma sociedade que viva na “santidade”, muito menos como monges. Obviamente que, aqui e ali, temos as nossas falhas, omissões, os nossos pecados, enquanto seres humanos imperfeitos, mas perfeitamente normais. No entanto, todos nós vivemos, ou deveríamos viver, tentando seguir certos padrões que julgamos serem os mais correctos, os mais acertados. A isto chamo Valores, …

Ler Mais »

“Ninguém deseja a morte” diante do sofrimento se ele for tratado e acompanhado, diz Renato Moura

“Ninguém deseja a morte” diante do sofrimento se ele for tratado e acompanhado, diz Renato Moura Fev 7, 2020 | Entrevista Colaborador do Igreja Açores fala sobre a Eutanásia e a Caminhada Sinodal na diocese de Angra, sublinhando que a igreja açoriana ainda não foi capaz de transformar esta iniciativa num grande evento mobilizador da sociedade “Se as pessoas puderem ser tratadas e puderem ter a felicidade, dentro daquilo que é possível, ninguém deseja a morte” adianta Renato Moura, colaborador do Igreja Açores numa entrevista ao programa de Rádio Igreja Açores, durante a qual não poupa criticas à pressa que o Parlamento tem colocado em legislar sobre a morte assistida. Na véspera do debate parlamentar sobre o assunto, agendado para o próximo dia 20, o cronista lembra que os deputados deveriam ter como prioridade a defesa da vida e não o direito à morte. “Os cuidados paliativos são péssimos e nós em vez de alterarmos esta questão queremos ser vanguardistas, como já fomos noutras m..

Ler Mais »

Pouco severa CEVERA

Por André SilveiraUma região que não consegue, ou não sabe, o que quer para si não é uma região autónoma, é um projeto falhado. Recentemente foi tornado público que a comissão responsável pela revisão do estatuo autonómico dos Açores encomendou a um conhecido escritório de advogados o seu próprio trabalho. No contrato, adjudicado por ajuste direto claro está, pode-se ler que se pede ao escritório de Lisboa, que: encontre “alternativas à figura do Representante da República; aprofundamento da autonomia; melhoria da democracia regional.”. Ou seja, que façam eles aquilo para que foi criada a comissão. Não se entende nada disto. Não entende que numa região que pensa, e pensou durante mais de um século a autonomia, se tenha de recorrer a advogados de fora para saber o que quer para si. Não se entende que numa região de onde saíram grande pensadores e grandes autonomistas, e estadistas já agora, não se consiga escrever um texto acerca da nossa autodeterminação. Nunca como hoje a causa auto..

Ler Mais »

Vila Franca a Cantar

Não perca esta oportunidade. Se sabe cantar, inscreva-se. Queremos ver o seu talento. Contamos consigo! Inscrições até 28 de Fevereiro. Mais informações: Associação Unojovens.

Ler Mais »

CÂMARA DA RIBEIRA GRANDE INSTALA SISTEMA DE TELEMETRIA PARA CONTADORES DE ÁGUA

A Câmara da Ribeira Grande iniciou a instalação de um sistema de telemetria para contadores de água num investimento inicial de cerca de 15 mil euros (85% cofinanciado pela União Europeia). Nesta primeira fase o sistema será introduzido em 140 contadores em moradias da Ribeira Seca, Rabo de Peixe e Porto Formoso e prevê-se que pode ser estendido às demais localidades do concelho num futuro próximo.A instalação do sistema de telemetria nos contadores de água, inédito nos Açores, traz vantagens para os consumidores na medida em que deixa de ser necessário dar a leitura mensal do consumo de água e permite, mais rapidamente, identificar situações anómalas como derrames, roturas ou atos de vandalismo.O presidente da Câmara da Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio, acompanhou a instalação dos primeiros “contadores inteligentes” na freguesia da Ribeira Seca e não escondeu a satisfação pela boa adesão e compreensão dos munícipes à atualização que está a ser feita a este nível.“Nesta primeira fas..

Ler Mais »

Câmara instala sanitários com acesso a pessoas de mobilidade reduzida no centro da cidade

A Câmara Municipal de Ponta Delgada acaba de concretizar a construção da instalação sanitária no centro da cidade com acesso a pessoas de mobilidade reduzida. A nova instalação fica localizada no Largo de São João e é constituída por um sanitário com controlo de acesso automático mediante moedeiro e uso de cartão SIM, dispondo de um sistema automático de auto-limpeza e desinfeção da tampa, da sanita, do lavatório e do chão. Está adaptado para pessoas de ambos os sexos e para pessoas de mobilidade condicionada, cumprindo todas as normas de acessibilidade. Fonte: Câmara Municipal de Ponta Delgada

Ler Mais »