Actualidade

ROTTERDAM AMANHÃ NA CIDADE DA HORTA

Numa semana de assinalável movimento de cruzeiros nos principais portos açorianos, o recente Terminal Marítimo da Horta deverá receber, pela primeira vez, uma escala do Rotterdam, navio da companhia centenária Holland America Line. A referida visita integra-se num itinerário de 18 dias, que se iniciou em Fort Lauderdale e vai …

Ler Mais »

AZURA COM 3000 PASSAGEIROS HOJE EM PONTA DELGADA

Depois da escala inaugural do Carnival Vista em Ponta Delgada, o Terminal de Cruzeiros das Portas do Mar, pela segunda vez este ano, recebe hoje, dia 1 de novembro, o navio de cruzeiros Azura, da operadora britânica Carnival UK. Com itinerário de 14 noites, iniciado em Southampton e com destino …

Ler Mais »

AMADEA DE REGRESSO À HORTA

Com 490 passageiros a bordo, é aguardado amanhã, dia 2 de novembro, no Terminal Marítimo da Horta, o paquete alemão Amadea, do armador Phoenix Reisen. A chegada à cidade faialense deverá ocorrer pelas 10h30m, permanecendo em porto até às 20h00m. No dia seguinte, o Amadea tem agendado, entre as 07h00m …

Ler Mais »

Vento forte em São Miguel e Santa Maria

Uma corrente de norte tem provocado rajadas a cima dos 80 km/h nas ilhas do grupo Oriental. Prevendo- se a continuação das condições meteorológicas ao longo da tarde, emite-se: *** PARA O GRUPO ORIENTAL *** — Aviso AMARELO referente a: VENTO relativo a Rajada Máxima No período entre as 13UTC …

Ler Mais »

“Faial Ativo” alarga oferta na área da saúde e bem-estar dos idosos do concelho

A Câmara Municipal da Horta vai ampliar a oferta de atividades, em 2017, no âmbito do projeto sénior “Faial Ativo”. A medida foi anunciada pelo Presidente da Câmara Municipal da Horta, José Leonardo Silva, na comemoração do Dia Mundial da Terceira Idade, que se realizou na passada sexta-feira, na freguesia do Capelo. Depois de em 2016, a autarquia ter introduzido a hidroginástica gratuita nos centros de convívio de idosos, no próximo ano haverá lugar ao acompanhamento de psicologia, nutrição e fisioterapia, a par da manutenção física, que está na base do projeto. Para José Leonardo Silva, trata-se de uma medida “amiga da população sénior do concelho” e “valorizadora” do papel dos idosos, que podem ainda desempenhar um papel relevante na nossa sociedade. O projeto “Faial Ativo” abrange todos os centros de convívio de idosos da ilha do Faial e é orientado por professores e monitores com formação na área da saúde e bem-estar, assim como da educação física, sendo proporcionado semanalmente, de forma gratuita. No âmbito do Dia Mundial da Terceira Idade, foi inaugurada uma exposição fotográfica com temática subjacente dos “afetos”, com imagens de todos os centros de convívio, que percorrerá todas as freguesias e estará disponível à votação pelo público em geral. No dia 14 de dezembro, na Festa de Natal do Idoso do concelho da Horta serão divulgados os resultados e premiado o centro de convívio vencedor, com uma refeição partilhada.

Ler Mais »

Chuva e Trovoada para S. Miguel e Santa Maria

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) informa que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu o seguinte aviso: Uma linha de instabilidade, associada a uma depressão localizada a sul do arquipélago, poderá provocar precipitação por vezes forte e acompanhada de trovoada nas …

Ler Mais »

Câmara apresenta orçamento estratégico que honra compromissos assumidos

Um orçamento estratégico que honra integralmente os compromissos assumidos, garantiu o Presidente da Câmara Municipal da Horta, na apresentação, esta quarta-feira, do Plano e Orçamento da autarquia para o ano de 2017. Encerrando um mandato autárquico, José Leonardo Silva relembrou o percurso realizado, de redução do nível de endividamento global da autarquia, de redução do prazo médio de pagamento a fornecedores, de equilíbrio e de definição de estratégias tendo em vista o desenvolvimento do concelho. Para 2017, a Câmara Municipal da Horta apresenta um orçamento na ordem dos 14 milhões de euros, superior em cerca de meio milhão ao orçamento do ano anterior, no sentido de acomodar o investimento na substituição da conduta adutora à cidade da Horta.“Com a apresentação destes documentos, a Câmara Municipal honra integralmente os seus compromissos” e demonstra que tem “uma estratégia de desenvolvimento para o concelho”, que tem sido articulada nestes quatro anos, na continuidade de projetos e no lançamento de novos que “terão impacto no futuro”, explicou o Presidente da Câmara, em conferência de imprensa de apresentação dos documentos. Por outro lado, garante o autarca, “revelamos que, através do percurso que realizámos, impondo uma gestão criteriosa e rigorosa, podemos criar condições à concretização de investimentos estruturantes como a frente mar da cidade da Horta, a requalificação do Mer-cado Municipal ou a criação de parques infantis em toda a ilha, que avançam já em 2017, a criação de bolsas de estacionamento na cidade ou as obras em curso na Cônsul Dabney. Em termos de ações, o Plano e Orçamento revelam um grande enfoque ao nível da ação social, onde a Câmara Municipal, pela primeira vez, se encontra em condições de devolver IMI às famílias do concelho que tenham até 3 dependentes, fixando a sua mais importante taxa ao nível da receita, no valor mínimo. Nesta área, mantêm-se em vigor as medidas de apoio às famílias em situação de precaridade laboral, através do apoio em programas de ocupação. Para os idosos, o projeto “Faial Ativo” aumenta as suas competências, passando a incluir apoio ao nível de nutrição, psicologia, saúde e bem-estar e, em termos de equipamentos sociais, a autarquia pretende continuar a investir na concretização do Centro Intergeracional da Feteira, que, pela primeira vez em cerca de 40 anos, se encontra próximo de ser uma realidade no nosso concelho. A nível económico, para além dos apoios em vigor quer na Área de Reabilitação Urbana, quer no Parque Empresarial da Horta, onde muitos dos lotes se encontram alienados, a Câmara Municipal pretende dinamizar o Gabinete Municipal do Investidor, no sentido de agilizar os processos de investimento que derem entrada na autarquia, tornando-os mais céleres e prioritários.Para o setor primário, manter-se-ão os grandes eventos para negócios e promoção, como seja o Dia do Produtor Local e o Encontro do Mundo Rural, bem como o apoio à maior uni-dade fabril do concelho, ao nível da diminuição dos custos com o abastecimento de água, com impacto na laboração. Mas o mais significativo será a redução contínua do prazo médio de pagamento a fornecedores, de forma a melhorar a tesouraria das pequenas e médias empresas locais. Ao nível da rede viária e rede de águas, a Câmara Municipal realizará um dos mais importantes investimentos dos últimos anos, procedendo à substituição da conduta adutora que garante o abastecimento de água à cidade da Horta, desde a Rua da Praça até ao Império de Santo Amaro, na freguesia da Conceição, dando, simultaneamente, atenção ao estado de conservação dos furos de captação do Município, com 30 e 40 anos de idade, avançando com a aquisição de um equipamento que permitirá auditar o seu estado e delinear uma estratégia para investimentos futuros. Nesta linha de atuação, a Câmara Municipal pretende avaliar a possibilidade de reparar o atual furo do Farrobo e, na eventualidade de tal não ser possível, avançar com um novo, dada a qualidade de água naquele local. Por outro lado, o Município continuará a investir em meios próprios para a realização de investimentos na rede viária municipal, por administração direta, para fazer face à mudança de paradigma em sede de fundos comunitários e conta concluir, ao nível de empreitadas, a reabilitação da Cônsul Dabney, que inclui, igualmente, a instalação de moderna rede de saneamento básico. Em termos de promoção de uma cidadania ativa, destaca-se a concretização da obra vencedora no âmbito do Orçamento Participativo Municipal – Faial participa!, mantendo-se a valorização da participação dos jovens com o orçamento participativo jovem e o projeto Autarca por um dia, que privilegia a intervenção em camadas mais jovens. Por sua vez ao nível dos resíduos e do meio ambiente, será lançada, pela primeira vez, uma campanha junto do setor da restauração, no sentido de aumentar a separação junto de grandes produtores de resíduos, pelo que a Câmara Municipal irá dotar as viaturas de recolha de um sistema de pesagem, que premeie quem mais separe. Ao nível da qualidade de zonas balneares, depois de vários anos com bandeira azul a atestar a qualidade da Praia do Almoxarife e do Varadouro, a autarquia conta candidatar, pela primeira vez, as Piscinas de Castelo Branco, que sofreram investimentos significativos nos últimos anos. Já na intervenção em zonas verdes, destaca-se a reabilitação da zona envolvente à Torre do Relógio, na freguesia da Matriz, em parceria com a respetiva Junta de Freguesia, assim como a criação de uma rede de parques infantis no concelho, que permitirá que todas as freguesias da ilha tenham um parque infantil moderno e equipado de acordo com as exigências atualmente em vigor. Ao nível da educação e juventude, destaca-se a intervenção em refeitórios escolares, a continuidade da HLP Festival Tecnológico, as Jornadas de Juventude Empreendedora e o apoio a diversos projetos. O programa cultural e desportivo prevê, por sua vez, a continuidade do investimento na recuperação da piscina municipal da Horta, na zona tardoz da infraestrutura, complemen-tando a intervenção realizada no ano em curso, bem como o reforço do apoio às instituições do concelho, privilegiando as que tradicionalmente não concorrem ao regulamento de apoio em vigor, nomeadamente os impérios, bem como a criação de um Centro de Marcha e Treino, na ilha do Faial, em parceria com o CIAIA. A Câmara Municipal da Horta tem em curso, a elaboração do projeto das frentes urbanas a preservar, ao nível do ordenamento do território, que antevê a intervenção na frente mar e o trabalho que pretende dar início, em 2017, de revisão do PDM e do Plano de Urbanização. Em termos de segurança e proteção civil, José Leonardo Silva explicou que pretende um Centro Municipal de Operações de Emergência e Proteção Civil mais ágil, que ponha em andamento a realização de ações de teste/ simulacro ao Plano Municipal de Emergência, em vigor, preparando o concelho para situações de eventuais catástrofes, com ações em escolas e outros edifícios. Nesta área, avançará a criação do Cartão municipal do Bombeiro, que incentivará o voluntariado, a parceria com a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários do Faial, e o acompanhamento das obras do futuro quartel, cujo terreno, pertence à autarquia e será alvo de permuta. Na área do mar, será concluído o projeto Mare Nostrum, dedicado ao Turismo, continuará a comissão náutica municipal a investir nas ligações internacionais que têm a Horta como local privilegiado de ligação, e a promoção da baía da Horta, através dos canais Horta Nautic, assim como o acompanhamento da implantação da escola do mar, na ilha do Faial, que tem o Muni-cípio também como parceiro. Finalmente, ao nível das freguesias, manter-se-ão o investimento nas delegações de competências e no fundo próprio de investimento, que ronda os 622 mil euros anuais, a par do projeto Presentes no Concelho, das intervenções em rede viária por administração direta e da campanha de desratização, que tem sido efetuada em parceria.

Ler Mais »