Ryanair deixa de voar para a Terceira!

Ryanair deixa de voar para a Terceira!

21 de Agosto, 2020 0 Por Azores Today

O cancelamento dos voos da Ryanair para a Terceira, que está justificadamente a inflamar a ilha, com sérias promessas de vingança ao governo socialista, infelizmente não é novidade. Faz algum tempo que era conhecido, e mais não é que mais um absurdo deste governo de tachos, povoado de compadrio e tráfico de influências para quem os açorianos são um meio para atingir um fim. O deles!

Sendo a corrupção um cancro que drena o erário público, como este mal nunca vem só, ainda temos o flagelo do citado compadrio e tráfico de influências.

Sendo o primeiro escondido por entre muitas resmas de papel, por uma mão cheia de economistas e um batalhão de juristas devidamente alinhados, embora por demais visível nas listas de adjudicação pública, o segundo está sob o nosso olhar, até agora abençoado pela complacência dos açorianos.

No caso do cancelamento dos voos Ryanair para a Terceira, como é que isso se traduz?

– Em primeiro lugar temos uma empresa aérea que prestando um péssimo serviço aos açorianos e não tendo dimensão para sobreviver numa economia global, acumula prejuízos na ordem dos 53Milhões ao ano. Neste ano de pandemia, o apoio concedido já vai nos 133Milhões. Mas não ficará por aí.

Com a complacência idiota de todas as bancadas, os nossos deputados, temendo ser politicamente incorretos, pois recuso-me a acreditar que todos sejam analfabetos, em uníssono aclamaram a importância de manter a empresa internacional da SATA, a Azores Airlines. Entenda-se que é uma empresa tecnicamente falida e sem qualquer viabilidade que não seja alugar aviões a quem tem muitos mais.

Os nossos pequenos socialistas, felizes da vida, e à boa maneira a que se habituaram, de viver bem com o dinheiro dos outros, “P´rá frente é que é caminho” e no lugar de liquidarem aquele elefante branco, toca a meter mais milhões naquele pardieiro.

É que aquele pardieiro, como penso que bem me referi, é um tacho de ouro para camaradas e amigos, de inox para alguns conhecidos e panela de ferro para outros tantos eleitos.

Acumulando prejuízos megalómanos, quem paga isso somos todos nós.

Para começar, os 133Milhões agora atribuídos, significam 500.00 euros a cada açoriano. Para uma família de quatro pessoas, nada menos que dois mil euros, só daquela casa.

Como estamos em crise, embora abafada, e eles sabem que vão precisar muito mais, reduzem o apoio à Ryanair que passa a voar só para São Miguel. Com isso cai a Terceira, mas isso pouco importa.

Como isso ainda não CHEGA, consequentemente, aumentam exponencialmente os encaminhamentos da Terceira para São Miguel, e vice-versa, voos que pagos pelo governo que somos todos nós, permite-lhes enfiar mais uns dinheirinhos na transportadora Regional.

Naquelas cabeças saturadas de cebo, mais ou menos diluído no álcool, os terceirenses são burros, constantes ou fidelizados, como gostam de dizer, e à laia de mulher de malandro, “quanto mais lhes bato mais gostam de mim,” gostam eles de pensar. VERGONHA!

Com isso o que ganharam eles?

– Menos uma falência em ano eleitoral, uns lugarzinhos na administração, uns empregozinhos bem pagos e outros tantos para agradar…

Prejudicados ficam os açorianos em geral, que trabalham para o despesismo deste governo, os açorianos do Grupo Central e Ocidental que se vêm condicionados na sua mobilidade por aviões com lugares cativos para os encaminhamentos, e acima de tudo, os terceirenses. Estes perdem TUDO!

Perdem em mobilidade, em turismo e em tudo. CHEGA!

Por Orlando Lima –  Vice-Presidente do CHEGA Açores

In Diário Insular