Igrejas de São Miguel e da Graciosa voltam a poder receber fieis em celebrações comunitárias

Igrejas de São Miguel e da Graciosa voltam a poder receber fieis em celebrações comunitárias

30 de Maio, 2020 0 Por Azores Today

Igrejas de São Miguel e da Graciosa voltam a poder receber fieis em celebrações comunitárias

Mai 30, 2020 | Manchete

Missas vespertinas deste sábado já podem contar com a participação de fieis

As cerimónias religiosas comunitárias regressam hoje às ilhas de São Miguel e Graciosa após uma pausa de mais de dois meses provocada pela covid-19, com regras excecionais, tendo a Direção-Regional de Saúde alertado para o “risco aumentado” de propagação do novo coronavírus.

No documento em que define as medidas de prevenção e controlo a adotar em locais de culto pelas instituições religiosas e pelos cidadãos, as autoridades de saúde e eclesiásticas apelam à prudência e ao acatamento das regras sanitárias que passam pela conservação das distãncias físicas, pelo uso da máscara e a desinfeção permanente das mãos, à entrada das Igrejas.

O Vigário Episcopal para São Miguel e Santa Maria, recorda que tem havido uma comunicação muito direta e intensa entre os párocos e os fieis alertando para a adoção de um comportamento de segurança dentro das igrejas.

“Os párocos e ouvidores fizeram cartas, as orientações diocesanas são muito claras, foram criadas equipas de acolhimento e a Igreja tem levado muito a sério o cumprimento das determinações da autoridade de saúde”, lembrou ao Igreja Açores o cónego Adriano Borges.

O sacerdote alerta para uma possível diminuição da prática dominical, sobretudo “nestes primeiros tempos de desconfinamento” mas a normalidade “acabará por chegar” acrescenta.

As ilhas de São Miguel e Graciosa foram as últimas a entrar em fase de desconfinamento. As igrejas nas restantes sete ilhas retomaram as celebrações comunitárias com presença de fieis no passado dia 18, tendo algumas paróquias nestas ilhas optado por só reabrirem portas este fim de semana.

As primeiras missas serão celebradas na Solenidade de Pentecostes que simbolicamente está muito arreigada na prática religiosa dos Açorianos. Este é o fim de semana grande para muitas das ilhas do arquipélago açoriano e na segunda feira, assinala-se o Dia da Região Autónoma dos Açores, um feriado associado à segunda-feira do Espírito Santo.

“Apelo a que todos possamos respeitar as regras que estão definidas em nome da segurança e da saúde de todos e cada um de nós” referiu ainda o cónego Adriano Borges.

Lá fora, também há novidades em termos das cerimónias religiosas, como por exemplo o retorno no domingo, ao meio-dia, da tradicional oração do Angelus, proferida pelo Papa Francisco a partir da janela do Palácio Apostólico de Roma, perante os fiéis, autorizados a reunir-se novamente na Praça de São Pedro.

Antes, este sábado, Francisco orará nos jardins do Vaticano por todos os afetados pela pandemia, numa iniciativa a que o Santuário de Fátima se vai associar.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 362 mil mortos e infetou mais de 5,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Em Portugal, morreram 1.383 pessoas das 31.946 confirmadas como infetadas, e há 18.911 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Fonte: Igreja Açores