Cardeal Tolentino Mendonça será o presidente da Festa do Senhor Santo Cristo em 2021

Cardeal Tolentino Mendonça será o presidente da Festa do Senhor Santo Cristo em 2021

15 de Maio, 2020 1 Por Azores Today

Cardeal Tolentino Mendonça será o presidente da Festa do Senhor Santo Cristo em 2021

Mai 15, 2020 | Manchete

O Diretor da Biblioteca e Arquivos do Vaticano deveria estar hoje em Ponta Delgada para presidir à festa deste ano. Mas a pandemia da Covid-19 cancelou a principal festa religiosa organizada pela Igreja nos Açores

O Cardeal D. José Tolentino Mendonça será o presidente das Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres em 2021, assegurou ao Igreja Açores o reitor do Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres.

O cónego Adriano Borges é o entrevistado do programa de Rádio Igreja Açores que vai para o ar este domingo na Antena 1 Açores e no Rádio Clube de Angra, dia em que a Imagem do Ecce Homo, a mais venerada nos Açores, sairia à rua em Procissão percorrendo as principais artérias de Ponta Delgada.

O Diretor dos Arquivos e Biblioteca do Vaticano era o convidado das festas deste ano que foram canceladas devido à pandemia da Covid-19 mas o convite manteve-se e já foi aceite pelo cardeal português, segundo confirmou o reitor do Santuário do Senhor Santo Cristo.

Esta noite de sexta-feira seria o dia do arranque das festas com a abertura das luzes no Campo de São Francisco. A RTP Açores está a assinalar o momento recordando-o através de vários convidados num programa feito em direto a partir do Convento da Esperança.

O Bispo de Angra, D. João Lavrador, lembrou que Jesus Cristo é a luz do mundo e por isso, neste tempo de pandemia, pediu a intercessão do Senhor Santo Cristo para que a Sua Luz ilumine “todos e, hoje, essencialmente os profissionais que estão na primeira linha da frente na luta contra a convid-19”.

O prelado diocesano pediu igualmente “luz para os governantes para levarem por diante as melhores opções para o bem de todos.”

“A saúde e a vida têm as suas exigências; que haja Luz para sermos mais comunidade. Agora somos luz respeitando-nos com o resguardo que é exigido neste momento de pandemia. Nós não podemos viver sem luz, sem projectos futuros; peçamos ao Senhor Santo Cristo que seja a luz que nos permita esperar por dias melhores e mais seguros”.

Já o Reitor do Santuário do Senhor Santo Cristo sublinhou a tristeza de ter que tomar a decisão do cancelamento das festas deste ano, “uma decisão consciente, responsável, séria, mas difícil e triste, mas a única que podia ser tomada”.

Esta é a primeira vez em 320 anos que a procissão do Senhor Santo Cristo no quinto domingo a seguir à Páscoa não sairá à Rua.

Segundo os dados históricos disponíveis, a primeira procissão em honra do Santo Cristo dos Milagres teve lugar em Ponta Delgada, em 11 de abril de 1700, ano em que a ilha de São Miguel foi abalada por fortes sismos. Nessa altura, as forças vivas da sociedade mobilizaram-se e dirigiram-se ao Mosteiro da Esperança para levarem, em procissão, a imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres.

As festas do Senhor Santo Cristo, que se realizam no quinto domingo a seguir à Pascoa, só uma vez é que tiveram a data alterada e foi para coincidirem com a deslocação aos Açores da comitiva régia liderada pelo Rei D. Carlos e pela Rainha D. Amélia. A imagem do Santo Cristo só sai da Igreja para acompanhar a procissão nas festas, mas saiu excepcionalmente, em Mio de 1991, para o Campo de São Francisco durante a visita do papa São João Paulo II aos Açores.

No entanto, quer o Reitor quer o bispo de Angra já manifestaram disponibilidade para, ainda este ano, permitirem uma saída extraordinária da imagem pelas principais artérias de Ponta Delgada.

Fonte: Igreja Açores