Igreja celebra Semana da Vida, evocando lições da pandemia

Igreja celebra Semana da Vida, evocando lições da pandemia

7 de Maio, 2020 0 Por Azores Today

Igreja celebra Semana da Vida, evocando lições da pandemia

Mai 7, 2020 | Manchete

Iniciativa decorre de 10 a 17 de maio, com o tema “A fragilidade humaniza a vida”

A Igreja Católica portuguesa vai celebrar de 10 a 17 de maio a 27ª edição da Semana da Vida, este ano atenta às lições da pandemia de Covid-19, que tornou as pessoas “mais conscientes da fragilidade comum a todos”.

As reflexões propostas pela Comissão Episcopal do Laicado e Família, através do Departamento Nacional da Pastoral Familiar, têm como tema “A fragilidade humaniza a vida”.

Nos textos de reflexão e oração, divulgados online, recorda-se o episódio da visita de Maria à sua prima Isabel, relatado pelos Evangelhos: “Uma mulher jovem que parte para cuidar de uma mulher velha em necessidade, interpelação tão crítica que a experiência da pandemia nos pede que ouçamos, para nos interrogarmos sobre o lugar dos mais velhos na sociedade e na Igreja”.

O guião para a Semana da Vida 2020 deixa uma palavra de homenagem a todos os que estão na linha da frente do combate à pandemia, nos “hospitais e centros de saúde, nos lares ou nas casas de solidão dos idosos”, profissionais ou voluntários, ou nas suas próprias casas, com os familiares.

“Tanta gente que cuida, tanta história da salvação, tanta redenção em curso: porque, quem cuida, salva”, pode ler-se.

A reflexão proposta pela Igreja Católica destaca que a atenção aos mais frágeis “humaniza aquele que cuida e humaniza a sociedade”.

“Só é verdadeiramente humana uma sociedade compassiva, capaz de promover a justiça social e os mecanismos da solidariedade que a reequilibrem quando as consequências da fragilidade humana partilhada por todos se abatem sobre alguns”, refere o texto.

A Semana da Vida 2020 quer ajudar a cultivar “uma nova e transversal pastoral da fragilidade e do cuidado”, com a promoção das condições para uma “competente participação evangélica e evangelizadora nos debates em curso na cultura e na sociedade”.

O tema deste ano foi inspirado pelo Congresso Internacional da Pastoral da Pessoa Idosa, sob o título ‘A Riqueza dos Anos’, que aconteceu em Roma, de 29 a 31 de janeiro, com a participação de uma delegação portuguesa.

No dia 15 de maio, Dia Internacional da Família, vai decorrer uma vigília de oração, entre as 21h00 e as 21h30 (20h00-20h30, hora dos Açores), com todas as dioceses ligadas através de plataforma digital. E nela tomará parte o casal responsável pelo Serviço Diocesano da Pastoral da Família Silvia e Manuel Francisco Sousa.

Numa carta dirigida a todas as famílias açorianas, o casal juntamente com o assistente diocesano, Monsenhor José Medeiros Constância, sublinha que este ano “não será possível juntarmo-nos para participar em conferências, caminhadas ou rezar nas nossas igrejas, mas podemos viver a Semana da Vida de outras formas igualmente significativas”.

Os responsáveis apelam a uma vivência intensa desta semana apesar dos constrangimentos que o mundo, o pais e a região, em particular, atravessam.

“Solicitamos, deste modo, o vosso empenho na divulgação e participação através de várias iniciativas”, nomeadamente “colocar nas páginas das redes sociais das paróquias e dos movimentos o cartaz, a Oração pela Vida e o Guião, divulgando desta forma as reflexões para a recitação do Rosário, que poderá acontecer em ambiente de Igreja Doméstica em cada uma das famílias das nossas comunidades”.

Os responsáveis pedem, ainda, aos sacerdotes que nas suas homilias, ainda que celebradas sem a presença física de fieis, possam ter em conta esta realidade concreta que é a família.

A Vigília de Oração pela Vida que se irá realizar, a nível nacional, no Dia Internacional da Família, 15 de maio, das 20.00 às 20.30 horas (hora dos Açores) pode ser seguida na página de Facebook da Ecclesia (https://www.facebook.com/agenciaecclesia/) e será partilhada igualmente no Facebook da Pastoral Familiar e Laicado dos Açores (https://www.facebook.com/diocesedeangrapastoralfamiliar/).

“Ainda que separados fisicamente, esta é uma oportunidade para todas as famílias participarem num momento de comunhão em oração pela Vida”, conclui a carta.

Toda a documentação para a Semana da Vida pode ser consultada em www.leigos.pt

Fonte: Igreja Açores