Sismo de 3.4 sentido na ilha Terceira

O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) informa que às 14:54 (hora local = hora UTC), do dia 1 de maio foi registado um evento com magnitude 3,4 (Richter) e epicentro a cerca de 5 km a ENE de Lajes, ilha Terceira.
De acordo com a informação disponível até ao momento o sismo foi sentido com intensidade máxima IV (Escala de Mercalli Modificada) nas freguesias de Santa Cruz e Lajes (concelho de Praia da Vitória, ilha Terceira). O evento foi ainda sentido com as seguintes intensidades:
    • III/IV nas freguesias de São Brás, Fontinhas, Cabo da Praia e Porto Martins (concelho de Praia da Vitória, ilha Terceira);
    • III na freguesia de Agualva (concelho de Praia da Vitória, ilha Terceira) e nas freguesias de São Sebastião, Porto Judeu, Feteira (concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira);
  • II/III na freguesia de Biscoitos (concelho de Praia da Vitória, ilha Terceira) e nas freguesias de Ribeirinha, São Bento, Santa Luzia e Terra Chã  (concelho de Angra do Heroísmo, ilha Terceira);
O CIVISA continua a acompanhar o evoluir da situação.

Fontes: IVAR/CIVISA

Ver também

“Perdeu-se dentro da sociedade e da família alguma capacidade de tratar do outro, sobretudo do mais velho”

Rute do Couto, médica cardiologista, é a convidada do programa Igreja Açores A evolução da saúde permitiu uma maior longevidade e qualidade de vida, mas também permitiu a perda de capacidade das famílias e da sociedade em geral de olhar para o mais velho e ajudá-lo a passar a última fase da sua vida, em […] O conteúdo “Perdeu-se dentro da sociedade e da família alguma capacidade de tratar do outro, sobretudo do mais velho” aparece primeiro em Igreja Açores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *