Papa recorda quem perdeu emprego por causa da pandemia

Papa recorda quem perdeu emprego por causa da pandemia

Abr 29, 2020 | noticias do vaticano

Francisco pede resposta concertada na União Europeia

O Papa recordou hoje no Vaticano quem perdeu o emprego por causa da pandemia, apelando a uma resposta solidária, em particular na União Europeia.

Durante a audiência geral, que decorreu à porta fechada, com transmissão online, Francisco aludiu à celebração do 1.º de Maio, que na Igreja Católica é a festa de São José Operário.

“Pela sua intercessão, confio à misericórdia de Deus as pessoas atingidas pelo desemprego, por causa da atual pandemia. Que o Senhor possa ser a Providência de todos os necessitados e encorajar-nos a ajudá-los”, disse.

O Papa invocou Santa Catarina de Sena, para que proteja a Itália e a Europa, para que esta permaneça “unida”, neste tempo de pandemia.

“Esta grande figura feminina tirou da comunhão com Jesus a coragem da ação e aquela esperança inesgotável que a sustentou nas horas mais difíceis, mesmo quando tudo parecia perdido”, referiu.

Francisco desejou que o exemplo de Santa Catarina inspire nos católicos um “intenso amor pela Igreja” e uma “eficaz solicitude em favor da comunidade civil, especialmente neste tempo de provação”.

Ao início da manhã, na Missa a que presidiu na Casa de Santa Marta, o Papa tinha rezado pela unidade da Europa e da União Europeia.

“Que todos juntos possamos seguir em frente, como irmãos”, declarou.

(Com Ecclesia)

Fonte: Igreja Açores

Ver também

Novo confinamento permite cerimónias religiosas, de acordo com normas da Autoridade de Saúde já em vigor

Dever de recolhimento domiciliário começa a 15 de janeiro O primeiro-ministro português, António Costa, anunciou hoje um novo confinamento, a partir das 00h00 de sexta-feira, dia 15 de janeiro, que permite a celebração de cerimónias religiosas, “de acordo com as normas da Direção-Geral da Saúde “(DGS). O “dever de recolhimento domiciliário” volta a vigorar […] O conteúdo Novo confinamento permite cerimónias religiosas, de acordo com normas da Autoridade de Saúde já em vigor aparece primeiro em Igreja Açores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *