ùltimas Notícias

“INVADIRAM HOJE A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA”

Hoje 25 de Abril de 2020 , um grupo de menos de 100 pessoas de várias faixas etárias, entraram pelo edifício da Assembleia da República, pela porta principal e tomaram o edifício.
Estando o país em estado de emergência, estranha-se como se organizou este grupo, onde e segundo testemunhas era engrossado por bastantes idosos, que como é sabido pertencem ao grupo de risco.
O grupo invasor afirma ser defensor do 25 de Abril, no entanto ao que se sabe o seu líder tem ligações muito próximas ao antigo regime, tendo o seu nome de Marcelo, sido inclusivamente inspirado em Marcelo Caetano, que havia sido padrinho de casamento dos pais deste agora lider.
O grupo promete manter como refém a democracia e exige que lhes seja concedida imunidade, bons salários e excelentes regalias.
A intervenção das forças de segurança em resposta a esta invasão não é possível, porque segundo consta a Constituição Portuguesa permite a invasão da Assembleia da República, desde que seja politicamente programada.
Cá fora estão 10 milhões de portugueses que anseiam um desfecho positivo desta situação, fala-se entre a população que o vírus Covid 19, possa ter uma intervenção positiva na rápida resolução do problema.
Apesar do grupo se autodenominar de “defensores do 25 de Abril”, consta que nenhum deles terá tido intervenção direta na revolução dos capitães de Abril de 1974, acreditando-se assim que os executores da revolução de 74, sentem-se indignados pelo facto de outros se terem apropriado da sua revolução.
Refira-se que as revoluções levadas a efeito em 25 de Abril de 1974 e 25 de Novembro de 1975, tiverem por objetivo proporcionar a liberdade e a justiça ao povo português, no entanto 45 anos depois as assimetrias destes direitos ainda não foram corrigidas.

 

Carlos Augusto Furtado

Presidente da Comissão Instaladora Regional do Chega Açores

Ver também

102 ativos

Fonte: RTP Açores (clique neste link para ver o video)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *