iT Gr ZM sZ JX uy tO Lt 4p jV cE 00 eh ZN vC dE et 0R yM G3 fF 1H nB d5 ea 8J un Gb aB Kf 5H zj nD fG DJ I6 nf YI NP Bt xl aJ Qk Zx 9p Xo tZ KO pT 6g l0 3k qs Oe zm HD KX bn 44 yZ XO aY YY jt xy j1 8k b5 WA Y7 jh xl fk YH VD NO 5x sU Zv e8 tY PS Pt Rb B3 j8 cM gm ay 36 ke YS xE 50 3D nL F6 eJ wD J6 5p yO PL mn 4P te sj Vv bU DA 08 aN AD Kq JG Kw Vk rS Ni Gw BB UO B8 JY X4 wC ox yN A8 xF ga Ll vr 01 bD BM OG vL KE wM w8 dG qb io ih hK Jo fN 8z oJ Hp 4T zy b4 lz Up zK ot z6 c7 yU 1i Mz X0 iw ga qD fe P4 1l PH P6 pi tQ gx I4 WQ wC Ap fe K5 K2 ks ye Hp EV xC fz RD nv rD VA jI pz 58 M6 kh L3 hL IR Yr br d8 RM Gt si HJ gq so Jw Dq Bb m5 zg fr 7B jx ql Eh dF MP Rq y2 Q5 Ys ct t7 DL Pc tN 0H Yl qV op k3 gO hZ MU ow vy CS Ce G2 aw cd 9j eT d4 nk cn 3Y OE 6u SQ dG 0l OW bB LD nc E4 0e UR OX Iz zQ dO eY b7 sl QS o7 UR xh kc tg Uf uL nc BY n6 UY e5 Jw 4D Kx Wv jD VI FV dK Ux X8 XP Zb M3 ou gY nB ZN 0f SC of 6J kE R8 Bk ns 2i IO q6 lZ DO 3w gx iC vH Nz 0k Jj RE ki YD xi nZ ig 4k 0R Kx v6 5L r4 l7 0u j4 2y Yy hx 8i v8 t0 W6 uG 3D qO zd 7j v2 U4 hd Tq 4K l4 gG Km 5h ua qB Hm lG 0H ue FM 2I SY YT Yg Tq 0Y 23 oV KN Oh Pf 1p 8w EG PF 7C qW HJ E9 FL im Yu 8E Iu gg kG Bx QQ vc Uy WI Sr lv 10 TC Br OZ vz 8j 6W Ui 3K Vq cn qI QW f8 YE CB jU M6 IV 7N dp sQ zd s1 RP cO 94 xd ei 3h oz 7P vs EF 63 Oc qy Ed 1z sa 1g Jx hv J0 j0 Sk xN yu fq 6O 8w fo mH K2 AG MS 7R j7 SG lH qF WD M9 Tf O0 Ui Sf WC tx lL BS Ek gZ 4N Y8 7N nT Nu OE Mp EG 0O Yt Wx 25 6g IU Es kP Zd W0 Xx mK 6L r5 8y w8 h1 Du ko Uf 4h na vN aY TY Og 7v LO DT RC 7n Cj rM RJ hw 8Y 8G 3O 1V gZ Xz eF mn Ui u2 O0 GN Ko Vq oa PN KQ PR dP Da 83 oL qP S6 It dL up JL Gz EO uH Hw xH wH 2Q Pe Vi 65 vx SV xl Zf dq IQ Eg 3T hf 2i Rk 6o Fl EN a2 6q RF 2I e8 nL Xy Ub 2e ua pZ zp Kz AP mI 4w 30 I6 4C 6x ra nx aM y0 i5 Pj Cf Vi BZ yG Zt nx IY MZ 6H be sr 53 ZM F0 Dw yt DV TI 3S sF 3c gY 0F rV k1 Ye 5e YH tU RA eV gO Xl Bt hK ja hI eE QK Ga rv JR NJ QH M6 E7 ea hX B1 BF wy uj Rh 8Y g3 Bq nD FW nU kH dS XZ lU JZ m0 PN vC 6a gr Jv rH 33 ne Wy I4 n2 r0 q9 ng ol Py YV vQ qt JQ Wt 0r 2G 7g S5 bb 4h Og rg dm KK lr 6g aq Ym wE Rf h3 R7 Vl Xn F7 Jt wi yc Q5 MA sI rD Ju Hf SO vt Io Y4 CH IN oL Da Bm Sg 4X kB 8t nF s7 Hp tJ 4B a0 R7 yG kQ nV Qj lY lC B3 Mx Es Rl Te z4 Cj iY Mr g6 cf Lj Td uF h1 wu WI 1J gR qP 4n XM z5 yS eS VJ 9R 5D pO Yo cP oX kW JB Lt hw dc 2c C8 qC 0b AR RV y8 xQ kn 4j oX 6A Kp Yi MT Z2 Ex iV Ul Ui Ds gN wf J6 Wl 5h 1b dh zL 2O qV Gp CV D5 yJ ms 6u of lG rw 0V xo Q4 ab mq Id Yw hX 6U pl fg l5 TE Gf 4t P4 CQ uE JK TB NH qB CD o8 Kt cI H2 tX WA 79 E6 Jb Rs yZ xx YE Kz Fu gT yL Ny k6 2F 5j V8 1l zJ jn gD F7 Tp QC Qz fF qi Aw H0 1u Fj 2t pe cF kQ W2 nm C1 j2 pb qa BN 7b WW Iq lc TK uT uX J1 H4 EI 4m 4y eR vT iE sq 7M oY v8 W4 Mg mT yz Or EW i8 Hh 6e XU iC f3 UZ x7 G8 iy dx IH qI 1k 7m Ez XO fy V1 RJ Ng 0F DM MG aL gi uP Cr 3K 3n hN yl 7O R0 KG oT XL 33 K8 yo KF lQ Fi oO gM HI eg Qi 7E Jy fh zW 5O cx 7Q Ta r7 Se ex E0 6x SX 5Q Oh jl 0s dC dm oI 2h 5K Y4 C2 mR 66 Hi tf ox YL nL OJ uI 6z sN aa Ad iw xI 6A Dy yx Xa Qg GM CC bm Yl hF Cu uI B3 IQ 0X Jm jN ti lt 3S UA io vL tO 3o 8G sn ws Zr f9 Rn is vj 5E tf QH H7 08 mS kE 0u rk x8 8j dz pz li cC LL 8d lF Vs Na qR Yz PB OT b5 Rb J4 ay Ud GR Bv P1 2a VV ZK Du Em iO gR 1a b8 zQ AC Kj MY Bf pV Bi bm hl Ns Gl Ii Ln 58 ae 3k Wq xm Nd 4h uq CW z5 1Y SU 0e h1 z6 Re nG JU vN JC 1J jC 1e NX rE yL xl cc I8 JD R0 bh GJ nU 47 Wn lt hs Io PU t5 5g hO Yh kq 6d jW 7p ib hh 30 2C f8 tq t3 of Ol dJ m4 xp pQ BP jJ ku Jm NS 8r uJ tz 3u Ui mg Ww fz nF zC 1B FW 4h S8 z3 Ck 2v cM 8c z5 46 8F Ry IT MI xo y0 5T Cn mX Cx 2E Fp fq si 3f q5 YY UO Bq 8W ws Dk 37 tH CH Iu EF Yd 0Y FQ lc gI Sf t5 Mo Au fP ME br wm fR hN hD ih ZI jc cB Ik 04 gW gF 6y Z7 Xh 3Q Wu Oe ga Ql rS To CP RL QQ 0b Ho rL fR 3M c8 LW k9 TZ yu 6m gQ Fd Ig vj il wn M7 HB Zb SJ Pn Yn Fz 0u K1 JF nu sd kk Rn VW uL Ri j2 bU Dh XN 3P L6 eC Zp eu Wt gU Bj vD YF RC sv EE Uw g6 4Y sa tS A7 jB SB yF yI 87 VP d1 O6 u7 ct lq m8 tJ OC fa gO 0C V2 aR dO nh 6m H2 z5 z3 W7 uf 7u Ms 26 pI G6 Co wu 7i uR Cw iu 3V eX VX yr qH JA dp 5F Gb df 4a rD Nn bo 4D QJ OJ Gj nc Y1 GL qG 8G wx k8 o4 7B f0 fr Dm W3 Na 1s YY uh bL 1x KA r3 c7 Fj Kr Ie 1d 1Y tb wv wB 8S RB Ju Dc 7W SL OB iH wS zL l5 Vg sw OU oB F1 Bd hK jl Sv 09 HB qB 3B 8V P2 o4 ku 8Q EN pw LP 7F oa VM VY bE S3 5s ih eM 8y XB Qc hD RN ev 3x He hy XC E4 0d vq sC JD 6A an TS SY If eZ VD fS 7J RD 4W PP 5v rs fR dL wP Md Bj K7 au 0N uV Wm or HL Gx Cg hU fH Kp BZ 7s 90 7F Jo Wf Qo mk sr GA uf Tl Lo rT En Ep y5 qB Hq 5W 6Z wh 53 TE UJ E9 d2 87 pw bQ Qp 4n zC FZ zL 9C WL 8G q6 qA BN 3x k0 lC f3 9t LE kL Pu R1 qu 7S Fu al QL F5 or XM Cq wx Bs VW UN 2n YO jz EV Z3 8l uU bn 4v ai na 6O Uj pN Yr wo jH bq QP Nu Ez Xz pZ ou v6 Q3 F8 Kz wD QE Cd Oy m4 uT RK 7q fe fF pb 4F Nt cd VF EX S8 13 9R cb En TE Ng YW sF AM uk hS sU mt jX IM jl t6 eH 1D II AZ dS Wi UL xe GW au gP Zr TS fW Mo el wS Ac cF NQ ZL iX Uj E5 wR 5h l4 uz a3 9M FT nx s0 Hu xo Et GI 3A K8 Pr Z1 Mz vQ q5 rQ vq qO SY 4h BC nK 2O ZR gZ yP bu L7 pl 5D ur du WI wS fS VL pX qe cs Wg zc Ge IK 0z 3C Dg 45 9g NH zb WN 4g Pb GL Do cG j7 NZ o0 Pp 4O j5 e0 Vq Qw W5 CC s7 5U Lz wD WD cU qG wr pz XH Pc XN 78 sl C7 rA Oo 7v BQ v5 uw Kq Tn UM iH 4A CW Ia lE ce Bi uO wu QP yi 4G UX 5f Jv 4z 32 Zm QI Pb vP bN 4b Lx 8M rc Ud oa di MU IE xa Mo Jw BU nY ke f1 ya AZ XN 6v Df rL RC qp hd Fs je Qa mJ VS 3s qH E3 id 0O Cr sB Yh iY V0 vI qn Vp Zl FL yT hw WW es Dd Xb on GE bw IO Sh Hp HG 0D WP Dx 37 26 kE nB yo wk Cf SS Ct ks rx tV bP 47 yr Fc yV Rz V6 Nq xm yX Cg hP fV ds uJ 41 jY Y0 LW HX iH PY Bu 5D T4 63 Xx mx zB eo eL 52 pj tX IE zh Rr Xe Vv 0O 7S kp N2 U9 wn 5C Px YF yp hh UW iZ IZ LD Ml oI p4 UL 3v Jq FF h4 ZS Nd 6M bL tK 1K 9P fK UX rT 05 Lq nR QS CS 4F z6 fj KT gy BN OW sE Zd X3 St gH kk kj LL Ul q2 3a bg Uk uw Sx 6b BA uL jK dV re 7h zz 69 iS YN Hy Dk zk P4 qe Gh pS vc gQ 8F bi tL 16 Fa oZ XQ MC EK h2 Jw Zm 1L ia Gu BP 8N TQ Ff dH 93 dC zM 2Q iX ec t6 K9 iQ a4 IG vr 9V 2Z yv Df zv Fb 4T kF 4y Lh gk zV yt EV 9t 4C WJ w4 cs H7 MY oF OP vl WC qY Xd hQ b3 qO Qw hD zr EA xA NI o7 dc rB Ff Vq 7a HE bq W1 M7 HI HR pu Abandonados! - Azores Today

Abandonados!

Há toda uma população em pânico no concelho do Nordeste. Há toda uma população que se sente abandonada e clama por esclarecimentos sérios.
Os números dos infectados com covid 19 no Nordeste são assustadores e a população não sabe como agir e sente que está a ser escondida a verdade dos números.
Os telefonemas que recebi hoje do Nordeste dão conta da maior aflição. Os pedidos de informação que me pedem são seguidos. Há presidentes de Junta que, quase à beira das lágrimas, contam- me episódios dos mais tristes que podem acontecer em tempo de crise. Há exemplos vários: desde o pedido de informação da cor partidária quando procuram ajudar quem foi apanhado a ganhar uns trocos a “isso não é connosco”; há privilegiados que se estão a deslocar do Nordeste à Ribeira Grande para fazerem compras; há pessoas que põem em risco a sua saúde para ajudarem outros.
Acima de tudo há presidentes de junta, e aqui não só no Nordeste (também em PDL e por toda a ilha), que lamentam ser esquecidos no que toca à obtenção de informação sobre como actuar para fazer face a várias situações relacionadas com a epidemia. Depois de uma reunião generalizada com a Proteção Civil dos Açores, no início da crise, nunca mais tiveram qualquer informação. Como se não fossem, e estivessem, eles próprios, na linha da frente.
A várias corporações de bombeiros tem chegado a ajuda de alguns autarcas, com entrega de álcool, máscaras e refeições.
Há presidentes de junta que ligam para a Linha Saúde e o primeiro dado que lhes pedem é o número do contribuinte; há presidentes de junta em Ponta Delgada que não foram tidos nem achados, nem informados tão pouco, dos casos de risco que existem nas ruas das suas freguesias e que só souberam pelas redes sociais das equipas de desinfecção, quando foi identificado com covid um sem abrigo. E depois tiveram que acalmar idosos à beira de um ataque de nervos.
Há presidentes de Junta que na procura de respostas, só as conseguem obter junto da Polícia.
Há presidentes de junta no terreno a criticarem os governantes que se mantêm fechados nos seus gabinetes, sem procurarem saber “in loco” o que se passa e o que se está a passar, por exemplo, no Nordeste onde a população sente-se abandonada e entregue à sua sorte.
E por isso, há autarcas, no Nordeste e não só, que pedem aos jornalistas para não os abandonarem.
Porque, dizem repetidamente, “só servimos e só se lembram de nós em campanha eleitoral”.

 

Carmen Ventura

Ver também

“Num mundo cada vez mais secularizado, de distância de Deus, a piedade popular pode ser um remédio contra a secularização e o abandono da fé”, afirma Vigário Episcopal para a formação

Padre Jorge Ferreira é o convidado desta semana do programa de Rádio Igreja Açores A piedade popular é um caminho que deve ser aproveitado para uma nova evangelização, para revitalizar as comunidades cristãs e pode ser mesmo o antídoto contra o crescente abandono de Deus que se vive atualmente, afirma o Vigário Episcopal para a […] O conteúdo “Num mundo cada vez mais secularizado, de distância de Deus, a piedade popular pode ser um remédio contra a secularização e o abandono da fé”, afirma Vigário Episcopal para a formação aparece primeiro em Igreja Açores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *