Semana Santa e tríduo pascal celebrados na Sé sem assembleia

Semana Santa e tríduo pascal celebrados na Sé sem assembleia

Abr 2, 2020 | Manchete

Todas as celebrações poderão ser seguidas através dos órgãos de Comunicação Social e redes sociais

A semana maior do calendário cristão vai ser celebrada em todo o mundo católico sem fiéis por determinação da Santa Sé na sequência da pandemia provocada pelo Covid-19, mas os cristãos açorianos podem seguir as celebrações presididas pelo bispo na Catedral, em Angra do Heroísmo, através dos meios de comunicação social e redes digitais, informa o Vigário Geral da diocese de Angra, Cónego Hélder Fonseca Mendes.

Numa nota enviada ao Igreja Açores com o programa da Semana Santa, com particular destaque para o Tríduo Pascal, o sacerdote lembra que as principais celebrações terão transmissão em direto pela RTP Açores, Antena 1 Açores, Rádio Clube de Angra e VITEC, que habitualmente já transmite em direto, para o cabo, a missa dominical na Sé.

Sem a possibilidade de assembleia, o programa manterá as principais celebrações: Missa e Bênção de Ramos no Domingo de Ramos, às 11h00, na Sé; Missa da Ceia do Senhor, Quinta-feira Santa, às 20h00; Celebração da Paixão do Senhor, Sexta-feira Santa, às 15h00; Vigilia Pascal, Sábado às 21h00 e Missa de Páscoa da Ressurreição do Senhor, no domingo às 11h00.

As celebrações são todas à porta fechada por determinação da Santa Sé.

Como a data da Páscoa não pode ser transferida, nos países afetados pela doença, onde estão previstas restrições aos encontros e movimentos de pessoas, os bispos e os presbíteros devem celebrar os ritos da Semana Santa sem a participação do povo e em local adequado, evitando a concelebração e omitindo o abraço da paz, determinou o decreto da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos no passado dia 25 de março.

O Decreto dava a possibilidade dos bispos, de acordo com as indicações da Conferência Episcopal de cada país, determinarem o modo como deve ser celebrada esta festa.

Na diocese de Angra, o bispo D. João Lavrador, numa carta dirigida a todo o clero diocesano, incentivou os sacerdotes da diocese a transmitir as celebrações da Semana Santa e Tríduo Pascal, com a ajuda das novas tecnologias.

“Nestes tempos conturbados e difíceis que estamos a viver e que apelam à serenidade, à responsabilidade e à comunhão exortando-vos a redobrar de modo criativo a vossa forma de serdes pastores no meio do Povo de Deus que vos está confiado”, escreveu o prelado aos sacerdotes da diocese açoriana.

Na mensagem sobre as celebrações pascais, o bispo de Angra apelou à celebração do Tríduo Pascal, “em celebração privada, e dentro do possível” transmitida pelas redes sociais ou internet.

D.João Lavrador convidou cada pároco, “sem deixar de respeitar as normas sanitárias vigentes”, a encontrar “uma forma criativa” de se tornar presente através de um sinal pascal junto dos seus paroquianos. Em muitas ouvidorias, os sacerdotes estão a juntar-se numa das igrejas centrais, geralmente a igreja matriz do concelho, para concelebrarem mantendo todas as regras impostas de distanciamento social (dois metros de distância entre cada pessoa) e higiene respiratória bem como as normas de segurança impostas pelas autoridades de saúde.

O bispo de Angra informou ainda o clero diocesano que “não é possível” realizar as várias celebrações de “renovação das promessas sacerdotais”, pelo que a Missa Crismal e celebração das datas jubilares dos sacerdotes vai acontecer às 18h00 horas do dia 21 de junho, na Sé de Angra, para a Vigararia do Centro; a 23 de junho, para os sacerdotes da Vigararia do Ocidente, no Pico (Madalena); e dois dias depois, na igreja Matriz de Ponta Delgada, para os sacerdotes da Vigararia do Nascente.

Fonte: Igreja Açores

Ver também

Numero de infectados aumenta para 63 nos Açores

A Autoridade de Saúde Regional informa que foram diagnosticados seis casos positivos de COVID-19 na Região, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *