LIBERTAR RECLUSOS SÓ MESMO COM A CARTA A DO COVID 19 , GRANDE CIRCO DE PALHAÇOS

Tudo o que é mais fácil com este governo é a solução.

Por António Mendonça

Este governo está a esquecer-se dos crimes de pedofilia , homicídios , violadores e traficantes de droga , os mesmos que praticaram estes actos poderão ir de novo á procura das vitimas ou recorrer aos mesmos actos.

Seria de interesse público que, mesmo que estes reclusos sejam libertados, fiquem  obrigatoriamente em prisão domiciliária, devidamente vigiados electronicamente.

Mas a questão mais importante é, porque não ficam nas celas e as refeições servidas nas mesmas?

Caso o estado esteja a dispensar reclusos para libertar as prisões e baixar os custos, então estes deviam trabalhar contribuindo para as despesas da prisão, fazendo algo útil que os ocupe. Andamos a falar nisto há anos.

Uma coisa é certa, se esta libertação acontecer, vai aumentar muito a criminalidade numa altura em que passamos esta grave crise de saúde.

 

António Mendonça

Ver também

Papa assina prefácio de livro com história de mulher forçada à prostituição

Francisco denuncia “tragédia da invisibilidade do tráfico” de pessoas O Papa escreveu o prefácio do livro ‘Sou Joy’, com a história de uma mulher nigeriana forçada à prostituição, na Itália, denunciando a “tragédia da invisibilidade do tráfico” de pessoas. Francisco traça o percurso de Joy, jovem nigeriana que deixou o seu país com a promessa […] O conteúdo Papa assina prefácio de livro com história de mulher forçada à prostituição aparece primeiro em Igreja Açores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *