Padre Hélder Miranda Alexandre é o novo presidente da Irmandade de São Pedro Ad Vincula

Padre Hélder Miranda Alexandre é o novo presidente da Irmandade de São Pedro Ad Vincula

Fev 26, 2020 | Em destaque

Os novos corpos sociais foram eleitos hoje

A Irmandade de São Pedro Ad Vincula tem a partir de hoje uma nova direção, que será presidida pelo padre Hélder Miranda Alexandre, reitor do Seminário Episcopal de Angra, que substituirá o padre António Henrique Pereira, atual ecónomo diocesano, depois da eleição que decorreu em Angra do Heroísmo.

A nova direção desta Irmandade, com 416 anos de existência nos Açores, a mais antiga a seguir às Misericórdias, conta ainda com os padres Ricardo Henriques, António Henrique Arruda Pereira, Gaspar Moniz Pimentel e Ângelo Valadão. Mantém-se como presidente da Mesa da Assembleia Geral o padre João Maria Mendes que é acompanhado na mesa pelos padres Luís Silva e José Francisco Sousa. Foram ainda eleitos para o Conselho Fiscal os padres Adriano Borges, José Medeiros Constância e João Maria Brum. Entre os suplentes da direção estão os padres Emanuel Valadão Vaz, João Pires e Francisco Xavier. Já no Conselho Fiscal os padres Norberto Brum e Paulo Borges são os suplentes.

A Irmandade de São Pedro Ad Vincula, criada em 1604, com o intuito de proteger o clero pobre e mais vulnerável, é proprietária da Casa Sacerdotal, em Angra do Heroísmo e, numa parceria com a Diocese e a Fundação Pia Diocesana do Bom Jesus, gere o Lar Betânia, em Ponta Delgada.

Simultaneamente, é esta entidade que gere o Fundo de Solidariedade do Clero, que é financiado por todos os irmãos e pela diocese de forma a garantir meios de subsistência para o clero que necessite, sobretudo depois da aposentação.

O Fundo de Solidariedade do Clero foi criado há sete anos com o objetivo de garantir um mínimo de subsistência ao clero reformado (75 anos) que tenha pensões de reforma abaixo do valor da côngrua paroquial, estipulada em 800 euros.

A atividade da Irmandade de São Pedro ad Vincula circunscreve-se às ilhas Terceira e São Miguel, mas abrange todo o clero diocesano, espalhado por todas as ilhas, sem qualquer condicionalismo.

Fonte: Igreja Açores

Ver também

A insustentável leveza da insensibilidade bancária

Vivemos momentos singulares, momentos impensáveis ao comum dos mortais face aos avanços no mundo da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *