Voo privado proveniente de Hong Kong aterra nos Açores depois de rejeitado por dois países (video)

Antes de chegar à Europa, a aeronave passou pelo Japão e, antes de rumar à Islândia, ainda pousou em Paris. Graça Freitas garantiu que os cidadãos chineses que aterraram nos arquipélago foram submetidos a um inquérito epidemiológico

Onze passageiros de um voo privado proveniente de Hong Kong aterraram nos Açores depois de terem sido rejeitados pela Islândia e pelo Haiti.

De acordo com a Direção-Geral da Saúde nenhum dos passageiros era oriundo de Wuhan, como chegou a ser avançado.

Antes de chegar à Europa, a aeronave passou pelo Japão e, antes de rumar à Islândia, ainda pousou em Paris.

Graça Freitas garantiu que os cidadãos chineses que aterraram nos arquipélago foram submetidos a um inquérito epidemiológico.

Segundo a Direção Regional de dos Açores, os passageiros não tiveram qualquer contacto com pessoas suspeitas de infeção por coronavírus e nenhum apresenta qualquer sinal ou sintoma de doença.

Como tal, não existem critérios clínicos para considerar casos suspeitos.

Uma parte do grupo ficou alojada num hotel em Ponta Delgada, outra parte rumou a Lisboa.

 

Fonte: TVI24

Ver também

Vitória açoriana

Por Renato Moura As estações de televisão têm deveres impostos pela lei. A RTP está vinculada a prestar um serviço público. Ao nível da informação deve ser rigorosa, isenta, independente, pluralista; uma referência em termos de qualidade, credibilidade e confiança. Quando tal não acontece, os portugueses têm o direito e o dever de o denunciar […] O conteúdo Vitória açoriana aparece primeiro em Igreja Açores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *