Comunidade pastoral dos Arrifes organiza primeiras Jornadas de Liturgia

Comunidade pastoral dos Arrifes organiza primeiras Jornadas de Liturgia

25 de Janeiro, 2020 0 Por Azores Today

Comunidade pastoral dos Arrifes organiza primeiras Jornadas de Liturgia

Jan 25, 2020 | Em destaque

Iniciativa, entre 27 e 29 de janeiro, é orientada pelo Serviço Diocesano de Liturgia e pela Comissão Diocesana de Música Sacra

A comunidade pastoral dos Arrifes, na ouvidoria de Ponta Delgada, promove entre 27 e 29 de janeiro as I Jornadas de Liturgia, informa uma nota enviada ao sítio Igreja Açores.

As Jornadas decorrerão na Igreja da Saúde, mas destinam-se a toda as comunidades das três paróquias desta unidade pastoral, nomeadamente Milagres e da Piedade e serão orientadas pela equipa do Serviço Diocesano de Liturgia- padres Marco Luciano Carvalho e Marco Sérgio Tavares- e pelo padre Nelson Pereira da Comissão Diocesana de Música Sacra.

“Estas jornadas têm como objetivo comnhecer um tema tão indispensável para os cristãos como o da Liturgia, sendo por isso importante formar e conhecer o sentido profundo da liturgia e as suas implicações” refere o padre Davide Barcelos, pároco das três paróquias numa carta distribuída por todos os agentes de pastoral.

O sacerdote que apela a uma participação massiva recorda, de resto, que se trata de uma iniciativa inserida na caminhada sinodal em que a diocese se encontra e lembra que os Arrifes se devem sentir interpelados “a pensar e viver juntos os desafios que se colocam hoje a todos aqueles que envolvidos na liturgia, possam ajudar o povo de Deus a redescobrir a beleza de encontrar o Senhor na celebração dos seus mistérios”.

A este propósito, o sacerdote, que durante muitos anos foi o ouvidor da ilha das Flores iniciando uma experiência de administração in solidum das 11 paróquias da ilha, lembra os apelos do Papa Francisco sobre a necessidade de formação permanente quer do clero quer dos leigos “especialmente os que são envolvidos nos ministérios ao serviço da liturgia”.

“A formação não apenas uma vez, mas permanente e que todos somos chamados a aprofundar e a reavivar” entronca na “nossa formação litúrgica, porque a liturgia é de facto o caminho principal através do qual a vida cristã passa em cada fase do seu crescimento”, afirma.

Questões como a celebração da Palavra de Deus, a sua leitura, a comunhão, o canto ou o serviço ao altar serão temas a abordar nestas jornadas, com entrada livre.

Fonte: Igreja Açores