Foi inaugurada esta semana, no Museu do Fado, uma exposição dedicada ao açoriano, nascido em Ponta Delgada, @José Pracana (1946-2016). Músico, colecionador, investigador, José Pracana iniciou a sua carreira em 1964 e embora tenha sido sempre amador, acompanhou Amália Rodrigues, Maria Teresa de Noronha, Alfredo Marceneiro e João Ferreira Rosa, entre outros. Ao longo de décadas sucessivas, testemunhou, contribuiu e protagonizou alguns episódios do maior significado para a história do Fado.
©Farpas blogue

 

Fonte: Casa dos Açores em Lisboa

Deixar uma resposta