A Câmara da Ribeira Grande aprovou, na reunião camarária desta quinta-feira, o orçamento e as grandes opções do plano para 2020, num total de 23,9 milhões de euros, montante que configura um aumento de 5% em relação ao ano anterior. O orçamento foi aprovado com os votos a favor dos vereadores eleitos pelo PSD e os votos contra dos vereadores do PS.

O orçamento para 2020 foca-se em três grandes eixos: a continuidade do desenvolvimento da Ribeira Grande, a aposta nas políticas de ambiente e o bem-estar animal (dando continuidade ao que já foi feito ao nível da construção da Casa dos Animais).

O presidente da autarquia, Alexandre Gaudêncio, deu nota disso mesmo, ao salientar que “é nossa intenção avançar, em 2020, com a certificação da Casa dos Animais para que possa ser um Centro de Recolha Oficial.”

Em matéria de ambiente, a edilidade reforça o investimento no saneamento básico e abastecimento de água à população. “São cerca de 2,5 milhões de euros que iremos investir nesta área que vão permitir suprimir lacunas identificadas e melhorar a rede de águas pluviais e domésticas”, acrescentou o edil.

O orçamento para 2020 contempla a construção da conduta de águas residuais para tratamento na ETAR de Santana (Rabo de Peixe), um investimento de 1,2 milhões de euros, bem como a construção do novo campo de jogos daquela vila, cujo concurso público está a decorrer.

Alexandre Gaudêncio destacou, também, a “empreitada de consolidação dos taludes no caminho municipal 519, estrada que liga a Maia à Lombinha da Maia, traçado que não oferece condições de segurança em virtude das derrocadas que ali se têm verificado ao longo dos últimos anos.”

A intervenção prevista, vincou o autarca, vai “permitir elevar as condições de segurança para quem circula naquela estrada, uma reivindicação da população que soubemos ouvir e delinear uma solução em conjunto que salvaguarde pessoas e bens.”

A componente social não fica esquecida. O orçamento da Câmara da Ribeira Grande para 2020 é elucidativo quanto à preocupação que a autarquia tem para com as pessoas. “Cerca de 65% das rúbricas do plano são dedicadas às funções sociais”, apontou Alexandre Gaudêncio.

“Pretendemos avançar com a disponibilização de lotes para autoconstrução como forma de contribuir para que casais jovens se possam fixar no concelho e, desta forma, terem acesso a habitação própria e permanente a preços mais competitivos”, explicou.

O plano plurianual de investimento também sofre um incremento face a 2019, nomeadamente um aumento de 7%, o que se traduz em 9,2 milhões de euros de investimento.

Alexandre Gaudêncio enfatizou que o orçamento para 2020 “está estruturado na sequência de uma lógica delineada desde 2013 e que tem colocado a Ribeira Grande na rota do desenvolvimento sendo, no momento, uma referência na captação de novos investimentos.”

Em suma, o plano e orçamento para 2020 pretende manter a linha de crescimento que se tem assistido nos últimos anos, principalmente ao nível da atratividade do concelho ao nível turístico, sem esquecer os investimentos públicos necessários para melhorar a qualidade de vida dos ribeiragrandenses.

Fonte: Câmara Municipal Ribeira Grande

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here