Ricardo Melo lança CD de Viola da Terra no Festival Cordas

Ricardo Melo lança CD de Viola da Terra no Festival Cordas

9 Setembro, 2019 0 Por Azores Today

O músico açoriano Ricardo Melo lança o seu primeiro CD a solo intitulado “Entre Primas, Segundas e Toeiras” no programa conferência do Festival Cordas, a acontecer de 11 a 15 de setembro, na Madalena, Pico.

O evento de lançamento decorrerá na Atlântico Teahouse no sábado dia 14, pelas 14h30, enquanto que, à noite haverá concerto pelas 21h30 no Auditório da Madalena, onde Ricardo Melo vai ser acompanhado na guitarra por Ana Medeiros.

“Entre Primas, Segundas e Toeiras” é um CD instrumental que tem como instrumento solista a Viola da Terra Micaelense executada por Ricardo Melo. Neste trabalho são interpretados diferentes géneros e estilos musicais forçando a Viola da Terra a sair da sua zona de conforto e a aventurar-se em áreas até agora inexploradas. O alinhamento dos temas musicais é repartido pelo reportório da música tradicional açoriana, da guitarra portuguesa de Coimbra e de Lisboa, do Samba/Bossa Nova e também pela música erudita.

Quer acompanhada ou a solo, a Viola da Terra imprime o seu timbre característico de forma ímpar e pioneira nos temas musicais que até agora eram desconhecidos do seu reportório.

“Entre primas, Segundas e Toeiras regista, com saber e competência, o trabalho apurado que Ricardo Melo tem desenvolvido como instrumentista de fino recorte, ao longo da sua já longa carreira, acasalando, neste trabalho, a viola da terra, o violão e o contrabaixo, de forma perfeita, harmoniosa e elevada,” escreve Carlos Sousa, diretor musical do Grupo de Cantares Belaurora, na introdução ao CD. “Aqui, fica patente que a viola da terra, esse instrumento só nosso e bem nosso, pode conviver com outras sonoridades, apesar de ter nascido, humildemente, para tocar as nossas modas e acompanhar os nossos balhos. Ao longo dos anos, tem adquirido outra consistência, deixando de ser aquele instrumento um pouco desajeitado, difícil de afinar e de manter a afinação. Esse convívio, a preparação e a formação académica dos seus tocadores e construtores, elevaram-na, nos dias que correm, a um patamar nunca dantes alcançado e, porventura, jamais sonhado pelos nossos tangedores da ´violinha de cana, falquejadinha a machado´.”

O Festival Cordas apresenta 20 programas pelo concelho da Madalena, a vila mais jovem da ilha do Pico. Celebrando a arte dos cordofones com concertos, conferência, visitas a escolas e intervenções de rua, o calendário do festival pode ser visitado em www.festivalcordas.com

 

Fonte: MiratecArts