ALEXANDRE GAUDÊNCIO VINCA QUE “ÁGUA DA RIBEIRA GRANDE É PRÓPRIA PARA CONSUMO HUMANO” A…

ALEXANDRE GAUDÊNCIO VINCA QUE “ÁGUA DA RIBEIRA GRANDE É PRÓPRIA PARA CONSUMO HUMANO” A…

21 de Agosto, 2019 6 Por Azores Today

ALEXANDRE GAUDÊNCIO VINCA QUE “ÁGUA DA RIBEIRA GRANDE É PRÓPRIA PARA CONSUMO HUMANO”

A água da Ribeira Grande é própria para consumo humano e pode ser consumida sem restrições, conforme apontam os resultados das análises realizadas a 14 de agosto que foram solicitadas pela autarquia na sequência de uma notícia do jornal Açoriano Oriental que alegava que o número de gastroenterites verificadas no concelho se devia à qualidade da água.

“As análises feitas a 14 de agosto atestam que não há qualquer valor anormal pelo que a autarquia refuta qualquer acusação e responsabilidade nos casos de gastroenterites verificados”, esclareceu Alexandre Gaudêncio.

O presidente da Câmara da Ribeira Grande reforçou a mensagem que “a água na Ribeira Grande é própria para consumo humano pelo que aconselhamos a população a continuar a consumir água da torneira”, reforçando que “em momento algum se verificaram valores anormais.”

O edil lembrou, a propósito, que “são feitas recolhas semanais à água no concelho para análise e estas são feitas de acordo com os parâmetros da ERSARA, entidade reguladora ”

Os resultados das análises podem ser consultados no link https://www.cm-ribeiragrande.pt/viver/ambiente/pcqa/analises-mensais

Recorde-se que no final de 2018 o município da Ribeira Grande foi distinguido, pelo quarto ano consecutivo, com o Galardão ECOXXI 2018 – Municípios Sustentáveis, programa de educação para a sustentabilidade implementado em Portugal pela ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa.

Composto por vinte e um indicadores de sustentabilidade local, a Ribeira Grande registou uma pontuação que permitiu alcançar o objetivo máximo, ou seja, receber o Galardão ECOXXI 2018 – Municípios Sustentáveis, repetindo o sucesso alcançado nos três anos anteriores.

A Ribeira Grande destacou-se no parâmetro “Qualidade da água para consumo humano”, obtendo a pontuação máxima (3 pontos), conseguindo subir 0,6 pontos em comparação com o ano anterior, o que demonstra “o trabalho que a autarquia vem desenvolvendo ao nível da qualidade da água”, recordou Alexandre Gaudêncio.

Mas não foi apenas neste parâmetro que o município se destacou. A Ribeira Grande também obteve pontuação relevante (4 pontos em 5 possíveis) no indicador “Turismo Sustentável” e, à semelhança dos anos anteriores, continua a ser o único município da ilha de São Miguel galardoado, o que deixa bem vincada a “afirmação da Ribeira Grande como um município que aposta na revitalização com critérios sustentáveis”, destacou o autarca.

Fonte: Câmara Municipal Ribeira Grande