Atlânticoline. Mais um ano com os “problemas e indefinições de sempre”

Atlânticoline. Mais um ano com os “problemas e indefinições de sempre”

20 Maio, 2019 0 Por Azores Today


Atlânticoline. Mais um ano com os “problemas e indefinições de sempre”

O grupo parlamentar do PSD/Açores criticou o facto de a Atlânticoline “ter falhado novamente na programação agendada para o início da operação sazonal de 2019”, o que levou ao cancelamento de ligações entre as ilhas do Grupo Central e São Miguel durante as festividades do Senhor Santo Cristo dos Milagres.

“Afinal, mais um ano passado, e mantém-se os problemas e as indefinições de sempre”, afirmam.

Segundo o deputado António Vasco Viveiros, “foram, uma vez mais, defraudadas as expetativas dos açorianos que planearam a suas deslocações, e que agora têm de sujeitar-se às alterações promovidas pela empresa, a pouco mais de uma semana da sua concretização. E alternativas de deslocação que se afiguram, no mínimo, estranhas”, refere.

O social-democrata considera que, “sendo o transporte aéreo a alternativa, não se entendem que se obrigue esses passageiros a uma viagem de barco até à Terceira, não lhe permitindo o transporte aéreo desde a sua ilha. Isso evitaria a reprogramação da operação do navio Gilberto Mariano, que terá um claro prejuízo na sua atividade regular, tanto mais que, como se sabe, a Atlânticoline já está a operar com menos um navio”.

Por outro lado, regista-se “um novo conjunto de cancelamentos de viagens – já programadas – até à data prevista da chegada do navio para a operação sazonal de 2019. E isso vai afetar viagens marcadas, não só por açorianos, mas também por turistas, com danos para os operadores do setor, e deixando uma marca profundamente negativa na imagem do Açores, em matéria de transporte marítimo de passageiros”, critica António Vasco Viveiros.

“O grupo parlamentar do PSD/Açores lamenta a reincidência da Atlânticoline, naquela que já é uma habitual falta de competência no planeamento que a empresa faz para cada operação sazonal”, concluiu.

Fonte: PSD Açores