Alexandre Fontes e Sofia Vidal no primeiro “Recital Livre” de Viola da Terra no Conservatório

Alexandre Fontes e Sofia Vidal no primeiro “Recital Livre” de Viola da Terra no Conservatório

19 Maio, 2019 0 Por Azores Today

Alexandre Fontes e Sofia Vidal apresentaram-se na passada 6.ª feira, dia 17 de Maio, no seu primeiro Recital, acompanhados pelo Professor Rafael Carvalho ao Violão e Interpretaram peças de António Jobim, Carlos Paredes, Casimiro Ramos, Fado de Coimbra, Rafael Fraga, Benito Cabrera e ainda peças do Repertório Instrumental da Viola da Terra e do Cancioneiro Português.
Este foi o primeiro “Recital Livre” de Viola da Terra realizado no Conservatório, nos 36 anos de ensino da Viola na Instituição, tendo havido um primeiro Recital no ano lectivo anterior, mas como conclusão do primeiro Curso Secundário de Viola da Terra e inserido na Prova de Aptidão Artística.
Foi importante para estes dois alunos poderem apresentar-se perante colegas e familiares e demonstrarem o resultado do trabalho e esforço diário que investiram no estudo das obras apresentadas.
Foi muito importante, também, para os alunos que assistiram, de modo a sentirem-se motivados e inspirados para continuarem a estudar o instrumento para que possam, um dia, apresentar o seu próprio Recital.
Para a aluna Sofia Vidal, aluna da Escola desde os 6 anos de Idade, foi um momento especial por poder ter um momento de valorização do esforço dos seus 9 anos de estudo da Viola da Terra. Foi também uma forma de preparação para Recitais futuros com vista à Conclusão do Curso Secundário dentro de 2 anos. Para o aluno Alexandre Fontes foi a primeira oportunidade de se apresentar a solo numa Audição/Recital, o que exigiu um grande esforço e força de vontade que foi recompensado pelo carinho como foi recebido pelo público e familiares presentes.
A diversidade do Programa musical apresentado foi grande demonstrando uma maior exploração da Viola da Terra e de estilos musicais que o instrumento, até há alguns anos, não abordava.
A participação destes dois alunos, cujo percurso passa por metodologias e escolas de ensino diferentes, foi também um momento de grande complementaridade entre estratégias de ensino e de estudo, resultando num Recital muito rico e variado.

Fonte: Viola da Terra AJ