Pobreza. Dados do INE dão razão às denúncias do PSD/Açores

Pobreza. Dados do INE dão razão às denúncias do PSD/Açores

9 Maio, 2019 0 Por Azores Today


Pobreza. Dados do INE dão razão às denúncias do PSD/Açores

O PSD/Açores considerou que os resultados definitivos do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento das famílias, divulgado esta semana pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), “vieram reforçar as preocupações e as razões das nossas denuncias sobre a situação da pobreza na Região”, referiu o deputado social-democrata, João Bruto da Costa.

Segundo o INE, existem mais de 77 mil cidadãos em risco de pobreza nos Açores, o que corresponde a um terço da população residente.

A Região lidera nos piores indicadores de pobreza, com mais de 36% de taxa de risco de pobreza e exclusão social.

Para o PSD/Açores, “não é aceitável que mais de 29 mil açorianos vivam com privação material severa, pois 12% da população vive essa situação de pobreza, sendo a mais alta taxa das regiões de Portugal e o dobro da média nacional que se fixou nos 6%”, lembra o parlamentar.

“Esta realidade é fruto das políticas sociais erradas seguidas pelo Governo Socialista de mais de 23 anos nos Açores”, garante João Bruto da Costa, lembrando que “tinha razão o PSD/Açores, quando denunciou a situação e quando apontou caminhos para um verdadeiro combate à pobreza e exclusão social”.

“Depois de uma primeira fase de negação desta realidade, e agora tentando inventar desculpas para o estado das coisas, o governo regional do PS prefere tirar proveitos eleitorais desses factos, assumindo políticas exclusivamente assistencialistas e que mantém boa parte da população dependente de apoios sociais”, acusou.

O deputado do PSD/Açores lamenta que, ao longo da sua governação, o poder socialista nos Açores “tenha ignorado os apelos do PSD para uma verdadeira aposta no combate à pobreza e exclusão social, em estreita colaboração com os parceiros sociais, em especial as IPSS e as Misericórdias dos Açores”, referiu.

“As consequências do socialismo açoriano e da sua governação são agora confirmadas nestes resultados divulgados pelo INE, que mostram que os socialistas deixam uma marca indelével de pobreza e exclusão social no arquipélago”, diz João Bruto da Costa.

O deputado conclui, frisando que, “só com uma atitude e políticas destinadas a promover a mobilidade social, e dando bom uso aos recursos disponíveis para apoio aos mais necessitados, poderemos inverter este rumo socialista que coloca os Açores na cauda dos indicadores sociais e deixa muitos milhares de açorianos para trás”.

Fonte: PSD Açores