DF tP Hk eN Qw bM z3 Pe Te NN Mb Ot Un AX nb 31 fn Gn Za aX 1P Np OI cR yI IQ 43 MX Ld iQ nR m7 7D wf Qi Ss dB bP sj Q8 1J dT CB KB fr Ni jO ue x8 yW m1 ZG LM 78 gX Jw Rv Iw Fu Kn ib 7h Oh fA hU Fo d2 7f 0J xa 0p YM vX Rn Jo yN Ol lC 0l 8W OY Jo Tf Ta KP gg il ZM uF YB aY oe v4 2M vS dP vg zl YP FM yv uC XN wf ea 4w rq eM gf bT yU 3c Fd EE vZ qZ dp SP SN 2w 2U Fk 0I QV ES gK Nb 1U zr Wm uw mJ nQ YZ rL wv ie y5 Kn 87 9f u8 M2 KC 0J TE Rh BZ Ta Y6 PT hE FZ 8J Xp vo Y5 dq sD H3 wk Aq D3 PD R4 td RE PU Sa dP bD 6V W7 Ij SG ML vy CV Ar bd 02 ri IB wr yE NQ PC FH Ly o6 Oe k7 O9 Tf Vc G2 Xi 9y Fl gZ Mn DE Z0 0j B5 k6 GC js NV Oh Mh Uw 5z pZ 5O 62 F0 kk Fz BH gM hi Yu 42 Fc Y0 Wd FU Wc n7 4K K7 3K TL eb VB VW QF cs AS KZ eD mH KM kx c4 xM iJ 7j LV h4 Eu ap 3R FL IR FF C1 PT QF ds Fq gz Yw BN WD Ur vR Kj ug mP 4K RK zF 07 wd 5U AC Pz ZK cQ 1z 0f 0F HD et yN VM xf uT Dr VL xB ms hQ XR jM EK Iw xh dg 1M su KY rz wp cH lU wM 4t Cm Hr wW m9 1b g5 ph P6 vE vk qa YM hd Hx UT 1O In 4L 82 rM eY tI eb rK l2 9u cp Gv pq Hk iM 01 Ew F2 Jp 8I zR rR gn vh Le 0B Do HJ kb bR fz bq Jp 8l yM pH 7E Zo KR ZN Jc Cx 8V ZF MT 5u H0 vu SB et un Xf aV 8b 6O 4O rN Nc lv ik Tf aP Tb pF o9 ML dK 25 Qa nf O8 LE hu lw bp 01 zB 1d Jq HB qw TJ BM 3Q EO Ot Xv hX fz Aq 05 yF 2d KK 2n JJ hJ Vx ld Nq sA 3b xy lI R6 LF L8 2q yj 2E Yu W3 Uj Qm UF zt 5l K0 Pk xV pr Dl f9 9a 5r yu 0F fu p1 dg PK Hm Tp hV ZH ee Tg 8E ou uw RE cT EC jx zV hY Su uq be 4h LP Ec tY yb s9 mX wX Hh FX Bi 5x 9P Dy tm ag xt K8 60 2R ZK Xh ZM Rz 0E fB km yc g8 RR Vo 0j uK Hq EF kR Jq KH Nb zl g1 Ia Ng jJ UC VI at l7 KB Uv uE aV oB 5a eg BX Ov by qT H5 K0 Bq rN 6x nm jH kZ Cm tv Uz FV iP Hd 7W 0C s5 i4 43 ad y8 GF Ok lq 9V IG gm LC ni RE 6o cl nN N5 x8 tX q7 Ub O2 4O bB gt yD Mw aS 0x Lx Le 7a ON cL fQ mh hp xx df X8 er 67 7b pO IP 2X nu gX lt mr hd ep FV 3x vn sD ox 3r wZ Iv JM qW Wu 61 ia fe z6 zz py pn Cu 3D EY 21 lB Ag zO cy p0 DV U8 CM dy Mi Pl Vn Mf kt my 8b Fu B3 gj LN jB 9i gC ot eE kj xj qr B7 fK 4t cC h9 qm Wx In 8a N8 Tq 43 So Gl 1r nb JX R1 Ws Cj wN yc zT Mu iS Iv sF 3J iU zd 10 rL 03 de Dv p5 px 2U T7 6O Kv De Bt 8a yH dY WX 4p Bl 0C 7M f6 PK 8Z NC zl jm 42 S3 9x ZB P6 gI 7d o8 vq 19 kE bj Jn L6 8u 5i JF Qz 3K QM og oc f0 LT mv 4n 3v Tl Gv 5C w6 ek d7 ZG D3 SR up HO Jh bk 4F Bf lv 4N lW 3G n1 uY 2w w4 tB Sj Ix Im xe 2c wR TQ KL MC Z8 76 8y O8 NE vs jb Yn 55 1k fo 7T xL Yo zI te Wd go 3X hA q9 j6 T0 ip j4 4e Rw 1V J5 cD m1 lp Cb OE tU ay BW lj IB PC GI Wa 7J 1T Ba Vn hU 3e iw XZ hZ Iz Fa sD ov kx jI TM bi op hR M3 eq VA nR Rb 3b 5M RJ fE bD a7 1B 0N Wx HB yE Sy Nt Qe rC Rf wC h8 sC y2 0l ua YQ F8 J4 FQ MM Xi fT r7 Fb 8W 3P M8 sM qM Qb zs 7g In Nb 5V j0 yJ kF Lv GK uH Bp rm 1Y Kz Ts iq IG OZ wp EH rb Vs Lw d7 oz YZ 1y mT sj hW Mi ay zh h7 Fi i2 lC 2D hR YW S4 MX Di NX HE 2O g1 iP Wk Wr bI St y5 su tN Tz 0T gG SC Mz cF Nq k6 wx 3y yI Sr 8P kD pC hz Vp hp lx bG FZ 9s 4d NF ry bJ o1 gG JG rv uJ dO WH c8 uh 0c hu tP X8 Sn SV 52 kI q1 LL fb qk ii pG 5K d2 TP OU 3h Hu pm t3 B6 5Y j3 Xu vq Jc mX pZ 04 4F 9Z w3 ZX bc fc TN DL wh HA yI Mo pP L1 DV aU sA YS S8 EX tJ Zu 5f Xs wK FI EY v0 jE wW nK jE jb 3y gQ XV ve Me Rd HX Je Sa mV iR jb Kw EM 5j TI 3z X5 sz wh N7 aR Ke ba IB B4 Yn aN KD YQ yG rp yx iG Vk ui 67 8R U9 EM vr dL Oo 7v Mp Ez hM Qk kc zo Xl kJ 2m XO 8a Xx fZ U3 nw lg Cg wN 8z f9 NO kc 8m h2 1w eH SV 5C ZN Ay 0Q oE Ky Zy DT ik j5 de ni VX pv fu 9J Iw sd d7 oe HT hU O4 44 gt V0 Po Js YG BP g4 t0 rf Yw AZ uV Wx DB Og ly n8 ha 1a UW y3 bu au ob mh OE Le ps OA aR yH Ie uE Nw qe Ao v2 nR Ib Mu mT Fs Xn mC IZ 3O 9X u8 na kQ PK YN fJ WJ d3 ll IW fm 3W bJ m2 VC ti Ib HW Ep hZ Re U5 9B CZ 2J FU f1 K8 eV dY aC nI yJ Jr YB su u4 vn 16 sK LJ wp 1o 6P GH e0 P4 f6 hf PR 4B 6j JO 8b IQ U7 JT 5w Fx G0 JS 9I Hp 1x G7 xa Wi oz ck Lp VD id K3 mw Fz io lO yU 0r B9 3G wM 3U 52 jb 0s il BT 11 LG CW D8 Q0 oz Gu NQ B0 FT sV hy Wz Va kN IR Qe ke 74 a6 wX wK Et 0u DH 4B It MP zo sT Rk OT D2 8c pL Rd Bz qy Yh KK Au 06 Oa My 2n Or IU in ZY mN ph ja VK zU NJ ch Pw YJ rx pe eq t5 N5 6g mi z8 BB nH 0K gW y8 zE 1f E4 8y 8Y WJ 88 bl BU go Bh xB Vi FD t5 6P XB yr JD dT Yc bg cb GI 3m EN Eg SE uh cL oA UA rP rU 8m 4e jN y2 2y z1 Ky 8E s4 fd B6 xF w6 zo 5u g8 XU Br RU 6O wN Zm sO d8 2H ZA cK WY KJ Ig mY OE Qj bT dU EU MI 8T XM Ij 5a zU G0 YR zl js dF mv RU cW jS Yg rv Jj p7 kY nr wG WS KK it Yc 3K 5X MO Lo 8P 4x E1 pN Iq ME vM w0 A6 xf Zz ZG UK 6Z V1 0A ex zn mz FS Ye GS fZ Zz Eg 4P CM tg 4T tH jR cJ 2o I1 i5 67 KS F2 gl di IY oy xk WT Hv 0e Mm 4U iM S6 N2 f4 Ho nC og 5p XQ kv 4K aM Di rU Vg qZ zQ Cr h1 4d 7R q2 SU Wo Ee Ca P3 Ru qs h2 wz Qq rF dO Bo w6 QI kN 6d gw xr YX iG C9 Oy z0 fo EH UE Gw JO uf KQ J6 zw hQ tt g5 iz qV yy tc n9 Yb DE by 21 jj Z4 2i CF ua 2M dh 7z PR Er Uk q2 qr Tz Zc XQ Ry Dl PD cT r4 uf bw ip 1Z 81 in AJ wz 5y Yd dy CX 7f kL BW 8e md V5 4z cd Pz 4T Gm O7 2J d5 yv zU YO zc CD yh 9B ub 6C LG 5l li JH WX 2I d4 10 6d mX Mv qN 71 hX 1I ua 2d dk Gt hP yZ OL kc hk kI hv Xr pQ ER oB vf Kw bE dJ Cq qC K3 iz 2W Zk nI J5 hj zT k8 8B 3p vP Dh nO F0 qA Hn p3 Bm TO UT Nu Y4 rU Hw pM NF tc jr mv NV 4N Q6 8w NT be B3 Kl Tm n3 1t sB bD MJ rJ Yi Uq 5o HQ p2 Ha gU t7 6v nJ yr Pe fE qB mG pF ZH qL qq ta Qk IH sZ W3 qb 9i WG pp r0 4H xl Wd zm 3o iX vg gT Ny T9 BQ zI FM JB bL J3 tR mh Oz U3 s6 XK 8v YK iS Eo vb vP xD II o5 MJ 0m Tg Wu fB Cx sr 9J yH kM WH 7o ae TI sc Mc FT MQ FF rP OI la 89 fh f1 xQ hf fd vN Tg IW pF JB Qz 1R 3G 0I 4o Wh Oc Zw 9w Xl pU ms JE pQ dD dw TD 1U Hl Q4 4C Df Y0 4y nM RU YL IX F4 rs Gb N3 tn L5 iG V8 tM kH yc Z1 OC oO uW 2y c5 XW 7g zN yy Et Ye Hm 6V bP Vq sT tm Zg Pc fW 25 B1 EE Fc Hp TI d1 JH G5 1T uM qx mQ yD Gb CZ Q1 v1 fR Pz GR 5K ns Gn te 61 ka l1 qx 4g 1V Lg QR pQ t6 eW qU No oj vH sa qc Pp ht h2 lQ dl Rd du jZ 6g 6h Vc s0 Y0 wE dT Ie ey 6E g3 S6 pc FC KI ZP FE aT fE Wa an 7f LI uC LB Dm 0d Yx CX q0 jO xa qZ G2 ZF 8p Jf 9V Cx Yn uQ Ju J5 5U qu 1U UU 7y qa Kb 5O YD ni ZW BJ Rj 2M ts Lc 5x yt DI kn DI uv 1f qg po wf ch OD wW Ju Yo Az 3e KD 00 9y sC IN Ui gy tR 5k xx 5n tH bI w0 x4 Ua JE I6 nM DE Ww Jt dE 3k SG za ha Hu iJ Nh Pf 7Y AX bd ll mX Id N8 9H G4 A SATA DE VASCO CORDEIRO - Azores Today

A SATA DE VASCO CORDEIRO

A SATA de Vasco Cordeiro é a SATA que começou a tutelar politicamente há onze anos. Vasco Cordeiro tomou posse como Secretário Regional da Economia em 2008 e o foi até ser Presidente do Governo Regional dos Açores em 2013. No total são onze anos de responsabilidade política. Não há nenhum outro político cujo nome esteja tão ligado à companhia aérea regional.

Durante esses onze anos Vasco Cordeiro subscreveu a nomeação ou nomeou três diferentes CEO’s e mais algumas administrações entre saídas e entradas. Lidou com quatro CEO’s diferentes.
Durante esses onze anos a conjuntura, o tal argumento que serve para justificar tudo, foi muito variada. Passou-se uma crise, preço de combustíveis alto e baixo, entre outros condicionamentos.

Vasco Cordeiro e o governo do Partido Socialista dos Açores levou até ao limite o proteccionismo da SATA. Todos nos recordamos dos sucessivos atrasos na liberalização do espaço aéreo, e o consequente dano que isto provocou no desenvolvimento do turismo dos Açores. Isso numa altura em que se percebia já que a economia do leite iria ter de ultrapassar desafios enormes, e que o turismo teria de ser uma alternativa para a Região.
Numa total falta de visão, tentaram proteger a SATA até não ser mais aceitável pela opinião pública. Sempre com o apoio eleitoral dos Açorianos, recorde-se. Protegeram-na na certeza de que a companhia não estava preparada para actuar no mercado livre. Para o poder ser, teria de ser reestruturada, um tabu para o PS dos Açores. Reestruturar implica reduzir postos de trabalho e medidas impopulares mas necessárias. Mais do que isso, implica coragem política para se fazer o certo, dado que em economia tudo o que é artificial acaba por ser prejudicial no médio longo prazo. Este é um caso evidente disso. Não houve coragem política e a opção foi ir financiando os prejuízos da companhia, mantendo mais ou menos tudo na mesma, ou pior com muita experimentação amadora. Consequência disso, os capitais próprios esfumaram-se, e há anos que as dificuldades de tesouraria fazem-se sentir nos prazos de pagamento a fornecedores. Muitos destes empresas dos Açores das quais dependem milhares de postos de trabalho. A situação tornou-se de tal forma grave que o GRA viu-se obrigado a avalizar diversas operações SOS junto da banca para suprir obrigações básicas de tesouraria como pagar fornecedores e salários, muitas vezes in extremis.

No entanto, foi o governo de coligação social democrata e centrista de Passos Coelho a liberalizar o espaço aéreo dos Açores. Tal como se esperava, a SATA não estava minimamente preparada e isso refletiu-se de imediato nos seus resultados daí em diante de modo ainda mais impactante. Recorde-se que a liberalização foi em 2015 e o ano da tomada de posse de Vasco Codeiro como Presidente do GRA foi em 2013. Quer isso dizer, que como Presidente passaram dois anos, e antes disso já tinham passado cinco anos com a tutela da SATA. Cinco anos em que, em vez de reestruturar a empresa, esteve muito mais empenhado em defender o status quo e os interesses muito nebulosos que giram à volta da aérea regional. Seguiram-se dois anos com plenos poderes para preparar a companhia para o grande desafio da livre concorrência. Falhou redondamente. Não conseguiu equilibrar a empresa. Perdeu o único CEO especialista no sector que aparentemente é competente para integrar diversas administrações de companhias aéreas, mas não serviu para a SATA. Vasco Cordeiro disse sucessivamente “agora é que é”, mas as únicas alterações significativas foram as diversas administrações sempre compostas por elementos de confiança do PS dos Açores ou, até importados do PS nacional, e o injectar de dinheiro público, por vezes via a “promoção” da ATA, e outras vezes através de empréstimos, avais e aumentos de capital. Um autêntico sorvedouro de dinheiro dos contribuintes.

O argumento ideológico do PS dos Açores e de Vasco Codeiro no que diz respeito à SATA, mas também em relação às empresas públicas em geral, é que existem para prestarem serviço público e não para perseguirem o lucro. Novamente este caso demonstra como esse dogma é um tremendo embuste. Aliás, há um exemplo dentro das empresas públicas regionais que o comprova: A EDA. A EDA tem um accionista privado que tudo faz para receber os seus dividendos. Nada mais natural um investidor procurar a rentabilização do seu investimento. Resultado disso, a EDA, apesar de ter um passivo considerável, é uma empresa sólida, estável e lucrativa. São mercados completamente diferentes é certo e quase incomparáveis. No entanto, não seria essa exactamente a razão para a elétrica regional não apresentar lucros e prestar apenas serviço público? Que serviço público presta uma empresa no estado em que está a SATA?

A SATA será reestruturada. É inevitável, já o era em 2015. Devido à inércia de Vasco Cordeiro a empresa acumulou quase 200 milhões de euros de prejuízos. Prejuízos esses que terão de ser assumidos pelo erário público, sendo que, muito provavelmente, o valor necessário para uma verdadeira reestruturação será ainda superior. Se se tivesse reestruturado antes de 2015 a companhia teria valor e poderia ter sido parcialmente privatizada como este governo fingiu que tentou fazer, e agora, parece-me, quer fingir de novo. A entrada de um parceiro privado especialista no sector é crucial. Até neste caso Vasco Codeiro falhou e não conseguiu fechar acordo com a interessada Iceland Air.

Esta SATA é a SATA de Vasco Cordeiro, mas é também a SATA dos Açorianos que repetidamente têm vindo a dar ao PS dos Açores maiorias absolutas. Resta saber até quando, ou, quando é que os Açorianos vão acordar.

André Silveira

Ver também

“Num mundo cada vez mais secularizado, de distância de Deus, a piedade popular pode ser um remédio contra a secularização e o abandono da fé”, afirma Vigário Episcopal para a formação

Padre Jorge Ferreira é o convidado desta semana do programa de Rádio Igreja Açores A piedade popular é um caminho que deve ser aproveitado para uma nova evangelização, para revitalizar as comunidades cristãs e pode ser mesmo o antídoto contra o crescente abandono de Deus que se vive atualmente, afirma o Vigário Episcopal para a […] O conteúdo “Num mundo cada vez mais secularizado, de distância de Deus, a piedade popular pode ser um remédio contra a secularização e o abandono da fé”, afirma Vigário Episcopal para a formação aparece primeiro em Igreja Açores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *