BD leva às escolas do Faial a entrada da Horta nos anais da aviação

BD leva às escolas do Faial a entrada da Horta nos anais da aviação

22 Março, 2019 0 Por Azores Today

BD leva às escolas do Faial a entrada da Horta nos anais da aviação

Cerca de 150 alunos da Escola Básica e Integrada da Horta marcaram presença, esta manhã, no Terminal Marítimo de Passageiros da Horta, numa ação de divulgação do centenário da primeira travessia aérea do Atlântico Norte, promovida pela Câmara Municipal da Horta.
Com o Mini Catalina Petrel, a visão moderna do NC4, recentemente doado por João Corvelo à cidade da Horta, em pleno terminal marítimo, e na presença de um Albert Read, recriado, o desafio estava lançado, o de traduzir, às jovens gerações, um dos mais importantes feitos históricos da histórica das ligações aéreas entre a América e a Europa, que teve, justamente, como pano de fundo, a Baía da Horta, enquanto primeiro aeroporto marítimo da ilha do Faial.
Para o Presidente da Câmara Municipal da Horta, “esta é uma oportunidade única, porque os aviões fazem sempre parte do imaginário de qualquer criança, jovem ou até adulto, pelo que queremos, também por esta via, que vocês levem hoje daqui a mensagem de que a nossa ilha pode não ser grande em termos de dimensão, mas é sem dúvida gigante em termos históricos e nas ligações que tem a todo o mundo”.
Para ajudar a recontar aquele feito histórico, o Município da Horta deu a conhecer a primeira Banda Desenhada, em formato fanzine, que vai ser distribuída, em todas as escolas do concelho, ainda no decorrer do presente ano letivo.
A publicação, da autoria dos jovens Marco Silva e Filipe Lopes, vencedores do Festival de Banda Desenhada da Amadora, naquele formato, será, agora, concorrente ao referido prémio, o que, para José Leonardo Silva, Presidente da Câmara Municipal da Horta, “tem a mais-valia de também estabelecer esta ponte além-fronteiras”.
“Queremos que as nossas crianças e os nossos jovens possam aprender a valorizar, cada vez mais, a nossa história e para isso, é fundamental que a conheçam e a saibam contar”, afirmou o autarca, relembrando que “se, no passado, a baía da Horta, enquanto primeiro aeroporto da ilha do Faial, exerceu um importante papel em termos de comunicações, hoje tem um papel não menos importante enquanto um dos centros da vela mundial, recebendo, este ano, cinco regatas internacionais”.
A cerca de mês e meio de assinalar a data da amaragem do NC4, na Baía da Horta, a aventura da esquadrilha de três hidroaviões, da qual o NC4, comandado por Albert Cushing Read foi o único a cumprir o plano de voo, já faz eco entre a comunidade estudantil da ilha do Faial.

Fonte: C. M. de Horta