Benjamin Clementine estreia-se nos Açores com digressão por sete palcos nacionais

Benjamin Clementine estreia-se nos Açores com digressão por sete palcos nacionais

6 de Março, 2019 0 Por Azores Today
O músico britânico Benjamin Clementine, que regularmente tem atuado nos palcos nacionais, está de regresso este ano, com sete espetáculos agendados para o próximo mês de junho, incluindo a sua estreia nos Açores, foi esta segunda-feira anunciado.“Uma noite com Benjamin Clementine e o seu quinteto de cordas parisiense” é o mote para a digressão acústica do músico, que abre no dia 02 de junho no Convento S. Francisco, em Coimbra, seguindo para Faro, onde no dia 03 sobe ao palco do Teatro das Figuras, e, no dia seguinte, ao do Teatro Aveirense, em Aveiro.

Benjamin Clementine, que no ano passado atuou no Festival SBSR, apresenta este ano “uma proposta acústica, única e intimista que, em palco é acompanhado por cinco instrumentistas franceses”, segundo comunicado da promotora.

Depois de Aveiro, o intérprete de “I Won’t Complain” segue para a Guarda, onde atua no dia 06 no Teatro Municipal, e no dia 07 no Grande Auditório do Fórum Braga.

No dia 09 de junho, Benjamin Clementine estreia-se nos Açores, onde canta no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, e encerra esta digressão no dia seguinte, no Coliseu do Porto.

Em Portugal, Benjamin Clementine vai apresentar “uma viagem pelo seu repertório, passando pelo álbum de estreia ‘At Least For Now’ (2015), que lhe valeu um Prémio Mercury, e pelo seu mais recente disco, ‘I Tell a Fly’, que o levou a ser considerado pela emissora de rádio norte-americana, National Public Radio, como ‘um George Orwell musical do nosso tempo'”.

Clementine atuou o ano passado para 17.000 pessoas na Altice Arena, em Lisboa, no âmbito do SBSR, tendo apresentado o repertório de “I Tell a Fly”, do qual fazem, parte, entre outras, as canções “Phantom of Aleppoville” e “Jupiter”.

No final, depois de ter prometido que um dia aprenderia a falar português, Benjamin Clementine despediu-se deixando uma imagem da bandeira portuguesa com a frase “Eu vou-me lembrar de Portugal para sempre”.

Músico autodidata, Clementine estreou-se em Portugal no verão de 2015, ano em que editou o seu primeiro álbum, que inclui temas como “Condolence”, “London” e “Nemesis”.

Na adolescência, o músico de 30 anos viveu em Paris – tendo chegado a dormir na rua -, até ter sido descoberto por uma pessoa ligada à música. Em 2013 editou o EP “Cornerstone”, seguido, em 2014, do EP “Glorious You”.

Fonte: Lusa