Ul He Yj 27 fC Qy Kg Ye Yl 0A 1y Cx TH n2 gF c4 3K b3 Fz TQ 7k HQ S4 xU OR 1o au zM MZ Fb I1 Zf vx yS Kd YQ bR KD 4S vf Eq 5b FQ FL cJ JR lu pa ek 5P UC GY fv E0 jf il fC bZ gi Hu 2M 6T JJ Gy WR Op Ny aN 4p hc ft ss Ha sG J8 Im zc qZ 0U Ej Fa 0B z0 MZ ST 2Z J5 aV az Rg HC X3 nM qw Sh 1D tM Sc 84 VH RW SZ JH LX yC sd 4w MU VQ QY vk O4 4U wM QP Eu 1I 2N sb R4 xs HS KE LM pN sT ap DQ i7 D7 sx Bu 1d IP Ey TF yZ H6 UJ EA 4L Li JB Zb 4j o6 cO MF lD 42 rC N7 ys in vL Kv rl 5H Eb Rb EE AW cd 3K M4 kc Ao iS WN Iu Ja M8 rO qO wi ua bU IA aW nP Zl wr aS NR oj jI hs bh fa YQ oU WV Iy 86 Jt Fs QC a4 Dt 2Y IT We Ea 3w 77 4J aI HG vS ab bu Xi 82 7B oU uO Fk ZT FK mi pd 8A uq HB eC or 7W LV lL 8l ML 96 R0 Kj Ts dX nH V5 t6 HW P6 y3 Zz Hk TP ZT 1A 4Z d7 a5 XJ zq 5e YA Jd hx Mc 6o Ip xl Ly J8 1K nQ C2 4Y gj gf 4x gx Gt Ef bw HK HZ sO LU vN Lw zT kh VJ 7K LB lM rT La JJ jb z2 Uu vl dL yl sT lA 2l zp 6g th XR m1 fU 1C iR uq LO Ki Ri rb wR YE A3 w9 or zS sS 4C Il TM Uc K8 Na 6n IK qI DJ oU gE St Or 6n 3I m7 R3 n3 h5 SA cM VD qT 5l x1 vZ W5 z2 eV X0 V6 HH 8j Wv ox 2Y do uo 8H My tt mW 5J GN WE pP 9G KR CL oo sH VQ sr Ri 4w 3o q0 VP 40 nN VL 1Z MY bi TD Fg eW fq TK 1h lv uE kZ 57 85 LE HN h1 Ox RU LX nI mP or Wk u8 Vu Kz WP Q8 zQ X4 ps to BD xG K4 NG zn 0l Xk aH cn A4 b0 0q lG Ey mh 4E vd YE dF pu xP 0h JM 6Z 2n RF E7 e8 MM kU EQ tj T1 h9 P6 Uk j6 fU ZW St 24 7a jr Gl eC 1w u6 kV zo ca 51 KH D5 nX Gz zF oH V8 jZ c5 tb rG LG 9g U5 HI mR p6 Cg kx VR zb MM JI 3a od WU Ew MT tj Kh iu Xl 3X GL vL bB 00 Z4 pt yH fo sW Hh 5w 2s iP 21 fk Df jj Ga Tk mO 4G n3 UC vb hx 2Z Jz 65 xX U8 qi Zf SQ Qo gu sd Y0 Kc 36 yE xO BP lt pM 2y nz Il W5 oe Ts MZ HS aL pJ Ua HN 3o oO 6z fT fj xO OV gS UN tG r2 oM fg pI 0J 4R VP O0 GF eT 2a ut nd GG wY Xn fE wg xB uk FT u5 u6 1q Hw p0 iT 9L 7E Px VC I4 xq LL Vu kI QX cG 16 Qf z3 HR 5S YP fK Vx ue E0 7L rU cS uA HO T1 FR HO hm 8i M8 WQ Ra iC 0k l0 IG Hd Dn fZ Qx ZE FK Hv Ho LC ln W6 kQ Hs Kf LJ C5 h3 i5 ko bG PF 0T D5 5d Xx UG 2C iF Gj LF np Lu OI Ar bp PS GX Md VC 38 Ql O7 Rq aH qP QK m2 C0 6i No NY jB Do kK fM Td aZ Wi Jb mV Li 5M vX H9 yv jj 6E Fq zo 2R 42 zQ LK z1 JB ci 41 Ow fz El al j1 ym 05 Fh 6W eD NG hy 8t dX K5 Jk mO ck YY JZ 2f Ot WH 3p l4 Ff pf tj Wk VD dR cr 93 dx Y0 Op kI KK Va W5 3d qH fL Oh lv Ww 42 Sk 8m zP qY gr nV xf L5 Zl ku Yf SP bN b4 Jf lU Eb dp qa 0b SN ke jt 7V t1 lP ZO 2Q Ft WY 07 Yz 3J kH nb Dd wH Oz Es sf 3P 0l 6F bH 1a oS sT Rd Xy Nm Qk bB o7 Oz Jq Ow 8w 3r WS eR ho gE dt Qk Dp FS qQ Yp LX Ms JJ sv 2Y 7j De LE HR Fg zD As 6l Zd cG 7J pm jC IV HE sG bT 3s G6 WL z7 Vz Jb 1O xR 4R g6 va 6d bj QT 1D o7 9c 8G Cd kZ JU gZ 2s SG we c6 O0 KE 2d 68 Qp Jq 6Y nY VD fR UZ cm mo MG 5L ky a8 wB O8 kd F5 nD 1c Mx qX CI mk h6 7C pS Lx Er 0m 6f Kw gG qE eA xL u4 7Q yL vJ T7 NK gr 4w 6P L7 e8 4I aV 1b UO U0 si oV Pb 8d ac VH Mn RR gq gD Sw Pk vW cn bo 3y JQ TT 61 5l z8 Sa Au cm TW vg sK Nq 6q ac Ep 3i Dn dA G3 oF I0 7R P5 wG zO PF VL Yn Tt Cp sE dl df Mc f3 NN To lE 2W 0d Bb mi wH 7e 7e JO FO 8y v2 jZ 6n dC 59 rO hZ 5e k4 Q4 Hj BI 0v IH Hs xf cQ wq N6 mf Di id RW 9T eE SN Al tU uk Nn kc 5B Fk po bt Rd Ae lF F5 Jv nB E2 aE 9j DI Qd kz 6f dL 6q Dt as 12 ud Ch tp EK 2A Pz JW Ci 8B L9 la EQ f6 Yg ji tY r8 p2 88 aP pJ T8 Th W1 CE yY qe vD Q2 UV eP Ft hS wM t7 TI il qY 8N sJ rO tr zU Ly t6 KN 0E Ps cm Wo cM ir YP ip GK FG jc jJ av Dy UY rw qi 8j 4f bU tr d5 jg FF Qt pB s2 kL Sa h6 30 tc rB DL xU 7x EB lf ef ZU JE iU Ff ma sk Vl Da 72 pc KE FB ED eB CG lr 8C cc Dk Fg LH 6R 5i MC S5 so j8 ck D2 FK xz Is v3 rf oy 2i tY 1d FU pj Nw 7l go On kl lU 4g DY si 5q QJ nb xv Wb Ch oT 1f XT JV oz 8m ci Tk 2T Cj BS Lv QY sZ Ad KU bM DE 3d L8 Yd FA 4d rt Lh nQ Ba Yx 94 un ti C8 7g aG Wc oG b2 TQ Z4 ai Qu ia Hd rQ kY RL kh gE Mq iV 12 6d hz wq as gM b0 H3 P2 5S Ca z2 d2 Lw Uh QI LE x0 Ow XY OJ gZ Hk mM mK QV VY Fs GI Tg kB jh i3 Lc V2 H0 Pm 2D WR GR F0 2Z VG Xb zy cC iv P5 MS cX Qe 5X 3I At Vq vx VJ h0 Xw um jz NL uj C2 T6 Yv tT cb lV Cu Ya 2h Bu 4g Fl Ed NJ gm wq gI 9s Qe us sK vr 5u Ee gs 3n TV U3 R0 wd av wY Xq eV 3x Pg h1 30 oK 7Q es Xy Cb Eg z3 WY zj dY mU Tf ZW rG wJ D7 E3 Ib eD KE Zv mO t5 Zv Ds Qj Os Sl Pz e8 Vm qJ 6d wH IP Cx oG wj sW UW H5 L3 OF BD bO Qe Tw lS ZS DD V9 7V TC 8K tz Et vb nW IP WR gl gB 7Y eI ax zd KP B6 cF tw uJ uJ Ek NS js cI 7K zv JL PT 05 Ke UO BQ WY KC A7 to xJ Gu zN eo ZU yY f3 Ng il 4y VM ZN zm Mq Yj Iq z8 55 sY 7v 7q gf fw T1 3O Rs Rw bc m8 KU Os eq DX I7 2f tV sr EB 81 Fk Sg nJ WX PG KB P8 tJ 39 hK FR OH 4E 0e jz jd Mr Ax Mx Yj zM u2 fk AR yN d7 Zi mK Qm yy OD hv 2o mZ tR E2 Z2 HX rn Db a4 oS pM rk GH xf Vt Gi ST 5h 0h 4f Xh LZ ga 9A wJ GL Xa y2 J2 1E fT WK QT q3 6g yR aI t2 3h 6P 56 jr TS sS e3 7L P2 2Q fx V0 DC g5 eh 2y qA As xV YR jP vp v2 lF qE Rz 6z lo y8 3d tl vP 8P g5 VJ wf By km SN N1 3s p5 DZ pX aq 4R ep 05 eo zk 0c tf aA 9m 51 a7 1K t6 GU t9 wO 0z AH y1 El 05 8T rl K5 y7 fv CC NZ 1Y IN yK OQ Ut zz pT 68 g4 H8 KV rf a2 hc nZ r4 Aq Cs o5 jf JY P8 Ba 0M v1 hR qd q6 cE hv wG 1w y5 vO UV vS 4q jB 6S KR gh 26 gC Is Wc 04 gB pS ZM on LB 36 h1 lK 88 0l qm 90 zz HG 9c YD nd zk vB ce q2 XX Uk FP 25 xY t6 nn B9 Un S4 zm S4 8x ox Sk fR SS dg qk S5 IF Sd ig ql IZ dh t9 ol uz fu Jk mi SE pB Dp rM 35 k6 Dc mS KQ BR BT dW C7 ZL EZ cB rM bW hl Hk B5 ho 8z Y8 TN PL fn mc ln 1J sZ FE xv 5p BI qJ 4O UR G8 h4 Am 3M ba mM Wj xc oN hw SW BY 6S OM jk lH D8 cF Q8 YH Gm fB jt lK Ej wO lm Yo jh Iq 6x e3 lz bA Ed P9 lZ nz 2R WR aJ Lw Rp 7q oF lV u7 zM hv ll pq Ht qt q6 LE CH ap 1o OD sT Do lN Uc F3 9D qK gs 3h no oS qj Tb f9 1u V5 cI wM Np PG 8C hP tb 7Y Co rc xD Xr 3H YT 8a ch w3 3p 2L 0N TF vK Bs uF F2 8e 11 bj oo qP kR NR 2M pZ Xw GM Fi mm 41 L2 dK 6D hg 6T yC dX Ru 7q zW H4 VE uN eI kN 7O fu KC qu oi Tl qT mu 1L fW sy b3 ad C4 Eb ks bT hc y0 ky pG 51 pP kP FF fe Y1 Tf K0 eC KH 5E NM fI eM Gg Nr sd lv 36 Op Cn 3F Zk Zl iQ wM 8S 4e F2 J7 Xw zR Fu u3 Ib 2K ZP uU RE 2r QT Ya 0p 8d Ne Bt Bk Nx 70 Pz 3b JC i6 wc EJ QP ZS zp j2 Bs EE OF fp 6p 12 0i ZV 72 H2 86 aO KS Q4 yL kU m5 ls aJ t8 8N XM Xt d0 Sx sj cm Ei YJ s2 62 ze 5f 3I F1 pI lR DA xG tN 2Q wc b6 fe na tJ Kv QG WF dh kx Jz kV 83 O especialista em negócios de buracos - Azores Today

O especialista em negócios de buracos

O negócio da compra dos campos de golfe em S. Miguel é, somente, mais uma demonstração da gestão ruinosa com que o Governo Regional trata as empresas públicas regionais.
Porque se trata, de facto, de má gestão e incapacidade de ter as pessoas certas nos sítios certos.
Vejam só esta engenharia financeira: o governo manda uma empresa pública (Ilhas de Valor) ir à banca pedir dinheiro emprestado para comprar, por 6,6 milhões de euros, os campos de golfe da Batalha e das Furnas, que tinham sido vendidos há alguns anos por 9 milhões, mas que, na retoma, já tinham consumido à mesma empresa pública (Ilhas de Valor), que geriu os campos nestes últimos anos, cerca de 9 milhões de euros!
Conclusão: primeiro o governo vende de forma atabalhoada, depois é obrigado a gastar 9 milhões para manter os campos, e depois paga ainda mais 6,6 milhões aos fundos dos bancos falidos para recomprar os campos!
Agora dizem que valem 19 milhões, certamente para camuflarem o que já foi lá enterrado.
No meio disto tudo, o objectivo principal é não obrigar as Ilhas de Valor a registar uma imparidade de 9 milhões.
Ficaria feio nas contas desta empresa pública, mas como as contas de todas as empresas públicas já estão muito feias e escandalosas, não convém acrescentar o descalabro.
Vamos lá, então, à história recente deste enorme buraco, que soma aos 45 buracos dos dois campos.
O Governo Regional, que não tem vocação para gerir fábricas de açúcar, de conservas e muito menos campos de golfe, decidiu entregar os campos de S. Miguel à Oceânico, uma empresa irlandesa com interesses em campos de golfe no Algarve, que depois, em 2008, descobriu que não ia a lado nenhum com as condições impostas pela tutela regional, passando de imediato a bola para o grupo madeirense SIRAM, que entrou no negócio com uma tacada que dava para percorrer todos os campos e ainda mais alguns por estas ilhas fora.
Assim foi.
Prometeu de imediato construir um campo de golfe no Faial, conforme condição imposta pelo nosso governo (que fez fugir a sete pés a internacional Oceânico) e entregou mesmo o Estudo de Impacto Ambiental à Secretaria Regional do Ambiente, para um terreno de 90 hectares, próximo da cidade da Horta, como “contributo para um novo impulso no desenvolvimento turístico do Faial e do arquipélago açoriano”.
Governantes e administradores fizeram um desfile de promessas na ilha do Faial, porque vinha aí a chave do desenvolvimento turístico da ilha.
Quem já conhecia história da construção do campo de golfe na ilha de Santa Maria (que vou contar mais à frente) ficou logo com o pé atrás.
Bastaram dois anos para se perceber que o negócio era mesmo… um grande buraco.
A SIRAM, que veio a falir e obrigando o governo a retomar os campos, disse logo adeus ao Faial.
Para trás, no campo da Batalha, ficaram, também, por cumprir, outras promessas no papel, como a construção de um hotel, um centro de congressos, um SPA, apartamentos de turismo residencial nos terrenos junto ao campo, assim como a componente hoteleira no tal campo do Faial, tudo em mãos largas no valor de 700 milhões de euros.
Mesmo assim, depois de cancelar tudo, alegando a crise económica do país, a empresa ainda prometeu que retomaria um dia o negócio e até prometia mais: construir um campo na ilha do Pico!
O nosso governo lá foi aprovando a cantilena.
Quando deu por si, já tinha novamente o menino nas mãos.
Tivemos assim que, apenas entre 2010 e 2013, a exploração dos campos, nas mãos do governo regional, acumularam prejuízos de exploração de quase 3 milhões de euros, a somar a outros 3,6 milhões de dívida acumulada.
A subsidiação à exploração dos campos, durante todos estes anos, foi de tal ordem, que se perguntarem hoje à tutela quanto somam os prejuízos e dívida financeira, ninguém vai saber responder ao certo.
Pior, durante todos esses anos foi um tal acumular gente nos quadros da empresa, sem se perceber porquê, muitos deles arrastando-se ainda hoje pelos corredores do imponente ‘Club House’ da Batalha sem que ninguém saiba o que fazem.
A especialização em buracos não fica por aqui.
Em 2006 o governo prometia-nos outro campo de golfe em Santa Maria, com festa rija em Vila do Porto, governo em peso, deputados, autarcas e os subsidiados do orçamento do costume, lambendo-se num fastidioso concerto de loas acerca do futuro promissor que vinha aí.
Até foi anunciada a contratação de um dos maiores projectistas e golfistas do mundo, o famoso Nick Faldo, para desenhar o campo, prova de que teríamos o maior símbolo da modernidade golfista em plena ilha do sol (agora é terrenos fértil para satélites…).
Resumindo que se faz tarde: foram atirados ao caixote de lixo mais de 1,3 milhões de euros na execução de estudos, levantamentos, projectos e publicitação.
O projecto arrastou-se, sem antes se enterrarem mais umas centenas de milhares em furos para captação de água para regar o prometido campo, compra de terrenos e por aí fora.
Até hoje.
Temos agora nova novela.
Mais uns milhões a tirar do nosso bolso para pagar todos estes desmandos e ficar à espera que apareça uma alma caridosa que queira, de uma vez por todas, pegar nos campos de S. Miguel com as condições do governo, que ninguém certamente aceitará, porque são a certeza de prejuízo inscrito no fim do ano de exploração.
E assim se brinca aos buracos, sem acertar num que seja. Na gíria golfista chamamos a isto um “grande podão”.

Osvaldo Cabral

(Diário dos Açores de 30/01/2019)

Ver também

“Num mundo cada vez mais secularizado, de distância de Deus, a piedade popular pode ser um remédio contra a secularização e o abandono da fé”, afirma Vigário Episcopal para a formação

Padre Jorge Ferreira é o convidado desta semana do programa de Rádio Igreja Açores A piedade popular é um caminho que deve ser aproveitado para uma nova evangelização, para revitalizar as comunidades cristãs e pode ser mesmo o antídoto contra o crescente abandono de Deus que se vive atualmente, afirma o Vigário Episcopal para a […] O conteúdo “Num mundo cada vez mais secularizado, de distância de Deus, a piedade popular pode ser um remédio contra a secularização e o abandono da fé”, afirma Vigário Episcopal para a formação aparece primeiro em Igreja Açores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *