D. João Lavrador prossegue visita pastoral

Jan 21, 2019 | Açores

Este Domingo D. João Lavrador festejou Santo Amaro com os marienses

João Lavrador dedicou este seu terceiro dia da visita pastoral à Ouvidoria de Santa Maria às celebrações eucarísticas dominicais na igreja da Paróquia de São Pedro e na Ermida de Nossa Senhora dos Remédios, na Praia Formosa, onde a imagem de Santo Amaro é venerada e onde se festeja o seu dia.

A Eucaristia em honra de Santo Amaro foi cantada pelo grupo coral que reúne elementos dos grupos de todas as paróquias da Ilha. No final realizou-se o tradicional leilão de pernas e braços de Santo Amaro oferecidos por pessoas que procuram a sua intercessão.

Na introdução à Eucaristia, D. João Lavrador, disse que “ Nós somos sempre peregrinos. Nascemos, crescemos e integramos uma Igreja que tem a consciência que peregrina neste mundo para chegar um dia ao encontro de Deus na Sua totalidade.

“Por enquanto vamos, como diz São Paulo, vivendo com sombras, vamos tendo sinais, vamos sendo guiados pela Palavra e, naturalmente, no meio de muitas perplexidades, muitas incertezas, nós temos a consciência de que Jesus Cristo caminha connosco. E somos, também, ajudados por muitos nossos irmãos que nos antecederam e que marcaram a história da vida da Igreja, o que quer dizer que são para nós modelo de vida,…porque são santos” referiu o prelado.

Neste caso está, precisamente, Santo Amaro.

“Aquele que hoje nos reúne aqui, nos congrega. E hoje de uma forma muito bonita, que é o trazer aqui todos nós das diversas paróquias desta Ilha de Santa Maria, desta Ouvidoria de Santa Maria. Esta Eucaristia hoje, aqui, é como que o grande sinal de unidade e de comunhão. Comunhão, em primeiro lugar, com Jesus Cristo e naturalmente depois com todos nós, porque a Igreja é, antes do mais comunhão e a comunhão tem que ser sensível, não pode ser teórica. E por isso nós estamos aqui, porque caminhamos, também, por ajuda de Deus e por iniciativa de Deus, para a santidade…”, afirmou D. João Lavrador.

Já ontem, no segundo dia da visita pastoral, o prelado tinha-se encontrado com as Juntas de Freguesia de Santa Bárbara e do Santo Espírito. Foi ao núcleo museológico e Cooperativa de Santo Espírito e aos Bombeiros e visitou o Centro Pastoral de Ilha tendo-se inteirado do projecto e do andamento das obras em fase de acabamentos.

Na sede do agrupamento de Escuteiros do Aeroporto, instalado no antigo Externato, para além de ter sido agraciado com duas atuações das crianças e jovens deste agrupamento que contam com mais de 90 inscritos, percorreu as instalações e assistiu ao funcionamento das secções. Reuniu com os chefes dos dois agrupamentos existentes atualmente na Ilha, Aeroporto e Santa Bárbara, tendo-se inteirado das dificuldades que têm de ser ultrapassadas para que sejam mantidas as atividades que, no fundo, são comuns à maioria das Ilhas onde existe o movimento escutista Católico, sendo o escutismo, neste momento, o único movimento católico de jovens na Ilha de Santa Maria.

Os chefes do agrupamento do Aeroporto referiram a importância do papel dos dois Assistentes (Padres escuteiros) que fazem um excelente acompanhamento das actividades desde a chegada do Padre Rui Silva que assume o papel de mais um chefe.

O dia terminou com a Eucaristia na Capela Nossa Senhora do Ar no Aeroporto de Santa Maria em que enfatizou a alegria da missão do Cristão, os dons com que nascemos e os que o Espírito Santo dá a cada um e têm que ser postos ao serviço da Igreja que todos somos (fazei o que Ele vos disser) e o papel de medianeira de Maria entre nós e Jesus.

Fonte: Igreja Açores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here