“O uso e a posse de armas nucleares é algo imoral”

Jan 13, 2019 | Imagem da semana

Papa destaca urgência de prosseguir com esforço de desarmamento nuclear no mundo

O Papa encontrou-se este sábado, no Vaticano, com os conselheiros do movimento Pax Christi, e destacou a urgência de prosseguir com o esforço de desarmamento nuclear no mundo.

Em entrevista ao portal Vatican News, o arcebispo Giovanni Ricchiuti, que marcou presença nesta audiência privada, adiantou que “foi sublinhada a importância do papel da Igreja no apelo ao desarmamento, em todos os sentidos e dimensões”, a começar pela “educação para a paz”.

“Esta educação deve começar a ser feita logo com as crianças”, que tantas vezes “são destinatários de mensagens violentas e objeto de violência”, algo que ajuda a fomentar “uma mentalidade de conflito”, referiu D. Giovanni Ricchiuti.

O Papa, explicou o mesmo responsável, frisou que “o uso e a posse de armas nucleares é algo imoral” e nesse sentido a mensagem da Igreja “não pode ser outra que não uma profecia corajosa, audaz, que aceite os riscos de quem anda contra a corrente”.

Francisco defendeu ainda a necessidade da Pax Christi e de toda a Igreja Católica reforçar o seu trabalho de “mediação”, porque “é neste campo do diálogo que os conflitos podem ser superados”.

O Movimento Pax Christi foi fundado em França, no pós II Guerra Mundial, com o propósito de apelar à reconciliação e à paz entre os países envolvidos e iniciou atividades em Portugal na década de 80.

(Com Ecclesia e Vatican News)

Fonte: Igreja Açores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here