Atrapalhado

A discussão sobre o Plano e Orçamento de 2019 para os Açores empreendida na Assembleia Regional, revelou-nos que o Presidente do Executivo começa a perceber que é o único responsável pela completa desorientação que se encontra instalada nos sectores fundamentais do nosso desenvolvimento económico e social.
Prova deste facto é que deixou cair as comparações absurdas que não se coibia de fazer com o desempenho dos Executivos liderados por Mota Amaral, que cessaram há 22 anos, bem como com a governação de austeridade imposta ao país por Passos Coelho. Esses tempos já lá vão…
Ciente de que já não encontra desculpas para os sucessivos erros da sua governação, Vasco Cordeiro optou por evitar o confronto político. Na sequência, deturpou maliciosamente as declarações do Presidente do PSD Açores para fugir ao debate sobre as confusões existentes no processo de privatização da Azores Airlines e reconheceu que errou na guerra injusta que travou com os professores dos Açores.
Atitudes que demostram que o Presidente está atrapalhado.

Pedro Nascimento Cabral

Ver também

Escolas Católicas contestam imposição de pausa letiva, sem recurso a aulas online

Associação escreveu ao Ministro da Educação A Associação Portuguesa de Escolas Católicas (APEC) considera que a decisão governamental de impedir as aulas à distância de forma generalizada “fere a liberdade de ensinar e aprender”. A associação enviou uma carta às escolas associadas indicando que manifestou a sua posição face a esta matéria numa missiva dirigida […] O conteúdo Escolas Católicas contestam imposição de pausa letiva, sem recurso a aulas online aparece primeiro em Igreja Açores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *