Horta pioneira na realização de ações de sensibilização ambiental

Horta pioneira na realização de ações de sensibilização ambiental

A Câmara Municipal da Horta é novamente pioneira na dinamização de ações de sensibilização, a nível ambiental, desta feita relacionadas com a gestão de resíduos perigosos, que irão decorrer integradas nas comemorações da 9.ª Semana dos Resíduos dos Açores e na 10.ª Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, entre os dias 17 e 24 de novembro.

Na conferência de imprensa de apresentação da campanha ambiental em curso, realizada esta quinta-feira, nos Paços do Concelho, José Leonardo Silva, Presidente da autarquia, anunciou, como uma das ações, a realização de cursos de compostagem doméstica, dirigidos a particulares, mediante inscrição, no âmbito dos quais serão entregues compostores gratuitos, cuja utilização será monitorizada pelos técnicos da autarquia.

A intenção da Câmara Municipal, nesta área, passa pela formação dos munícipes e pela distribuição de cerca de 150 compostores domésticos, já adquiridos, para reduzir a deposição no indiferenciado deste tipo de resíduo.

Na verdade, acrescentou o autarca, esta ação interliga-se com o compromisso da Câmara Municipal previsto nos documentos para 2019, de envolver, igualmente, os grandes produtores na deposição e recolha de resíduos orgânicos, com equipamentos e ações contempladas, e pela introdução do processo de monda térmica nas áreas de domínio público.

Outra das ações previstas para a próxima semana é subordinada ao tema “Desintoxique a sua casa” e inclui a instalação, na Praça da República, de uma caixa para depósito de resíduos perigosos acumulados pelos particulares nas suas habitações, como latas de tinta, sprays, toners, pilhas, ou outros, para cujo destino surgem, recorrentemente, muitas dúvidas.

A partir da próxima semana, a Câmara Municipal conta distribuir, também, um novo modelo de ecoponto para instalação em locais, como o comércio, as áreas de serviço ou as escolas, para recolha de resíduos perigosos como lâmpadas, toners, pilhas ou acumuladores.

Para José Leonardo Silva, este leque de ações estende-se para além da Semana dos Resíduos, com a realização de uma Feira de Garagem, nos dias 1 e 2 de dezembro, que decorrerá na Fábrica da Baleia, e assume particular interesse, no planeamento para 2019, a nível formativo, com o programa de sensibilização ambiental "O Ambi volta à escola", “com o objetivo de aumentar a separação e de melhorar o nosso ambiente”.

O autarca relembrou a importância desta sensibilização ambiental, ao nível desta fileira dos resíduos perigosos, considerando que, em termos europeus, cada cidadão produz cerca de 200 kg de resíduos perigosos por ano. Só no concelho da Horta, referiu o autarca, entre 2015 a 2018 foram recolhidos 885 kg de pilhas e, entre 2017 e 2018, 360 kg de lâmpadas, “números que consideramos significativos quando queremos que o ambiente seja a nossa qualidade.”

Fonte: C. M. de Horta

Ver também

O Coliseu Micaelense, o grupo Coral de São José, a Sinfonietta de Ponta Delgada,…

O Coliseu Micaelense, o grupo Coral de São José, a Sinfonietta de Ponta Delgada,…

O Coliseu Micaelense, o grupo Coral de São José, a Sinfonietta de Ponta Delgada, os solistas Bruno Almeida e Helena Ferreira e todos os participantes deste grande concerto natalício desejam a todos um Feliz Natal e um próspero Ano Novo 🎅🎄🤶

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *