Filhos da Terra recebidos em Mouronho em festa e com casa cheia

Mais de 250 pessoas encheram a sala da Comissão de Melhoramentos de Mouronho, no passado dia 10 de Novembro de 2018, para celebrarem o 104º Aniversário da Tuna Moronhense, em que os Filhos da Terra, da Ribeira Chã, foram o grupo convidado para homenagear esta Tuna de Mouronho, concelho de Tábua, Coimbra.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A viagem dos Filhos da Terra iniciou-se por Lisboa, a 8 de Novembro, em que percorreram as principais artérias lisboetas, muito bem acompanhados por Amadeus Dinis da Fonseca e José Manuel Mendonça Lima. Foi uma oportunidade para conhecerem a Baixa Pombalina e a sua história, passando pelo Hard Rock Café, seguindo-se o Parque das Nações, com uma visita obrigatória ao Oceanário.

No dia seguinte, os Filhos da Terra visitaram o Santuário de Fátima, um local de grande espiritualidade, que permitiu conhecer os principais monumentos e a sua história.

No final deste mesmo dia, os Filhos da Terra chegaram ao Solar de Mouronho, da familia Botelho de Gusmão, onde foram recebidos pelos anfitriões, que acolheram a comitiva açoreana, na sua estadia em Mouronho, acompanhados pelos dirigentes da Tuna Mouronhense, Amílcar Martins, Rui Andrade, Patrícia Ferreira e Rafaela Neves.

Todos os membros dos Filhos da Terra assinaram o Livro de Honra, seguindo-se um Porto de Honra. Aguardava como surpresa inicial um azulejo que iria formalizar a sede simbólica dos Filhos da Terra num dos espaços nobres do Solar de Mouronho. Com este gesto simbólico, os Filhos da Terra passaram a fazer parte da história deste Solar secular e desta bonita terra que é Mouronho.

Foi oferecido pelos Filhos da Terra à família Botelho de Gusmão e ao Solar de Mouronho, uma Bandeira do Divino Espirito Santo, como agradecimento pela hospitalidade e também como ligação simbólica entre a Ribeira Chã e Mouronho. Esta Bandeira foi bordada manualmente por Goreti Pacheco, membro dos Filhos da Terra, respeitando com rigor a tradição do nosso artesanato religioso.

Nesta mesma noite foram recebidos pelos elementos da Tuna Mouronhense e pelo Presidente da Junta de Freguesia de Mouronho, António Gouveia, seguindo-se um ensaio geral, coordenado pelo maestro Tiago Mateus, em que participou também o musico e compositor Amadeu Dinis da Fonseca.

Durante a estadia no Solar de Mouronho houve um momento para a exposição da Bandeira do Divino Espirito Santo e oração na Capela, a que se juntaram alguns amigos locais, culminando com o Hino do Divino Espirito Santo. Seguiu-se a plantação de duas roseiras na entrada do referido Solar e a afixação do azulejo no espaço que servirá, daqui em diante, simbolicamente como sede dos Filhos da Terra.

A noite de 10 de Novembro foi de celebração do 104º Aniversário da Tuna Mouronhense. Esta iniciou-se com uma Sessão Solene, na Sede da Tuna, presidida pelo Presidente da Câmara Municipal de Tábua, Mário Loureiro, com a presença do Presidente da Junta de Freguesia de Mouronho, António Gouveia e vários outros autarcas do concelho de Tábua, em que também estiveram presentes muitos dirigentes de associações e organizações de Tábua, Arganil e Coimbra. Durante esta cerimónia os Filhos da Terra, assim como Amadeu Dinis da Fonseca, José Manuel Mendonça Lima e Paulo Domingos Botelho de Gusmão, foram convidados pelo presidente da Tuna Mouronhense, Amilcar Martins, a se juntarem à Mesa de Honra, neste momento solene e de exaltação cultural.

No salão da Comissão de Melhoramentos de Mouronho, perante uma plateia de mais de 250 pessoas, decorreu o jantar de aniversário, seguindo-se as atuações da Tuna aniversariante e dos Filhos da Terra, a que se juntou Amadeu Dinis da Fonseca na interpretação do “Tema de Ribeira Chã” de sua autoria. No encerramento das atuações conjuntas subiram a palco o Presidente da Tuna  e os Presidentes da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia para uma troca de lembranças. Os Filhos da Terra receberam várias lembranças de Tábua, Mouronho e da Tuna e ofereceram um prato comemorativa do aniversário, em loiça da Lagoa. Ficou o convite, por parte do presidente dos Filhos da Terra, José Pacheco, para que em Julho de 2019 a Tuna Mouronhense visitasse a Ribeira Chã e a ilha de São Miguel. Este convite foi prontamente aceite e deverá contar com os apoios da Câmara Municipal de Tábua e da Junta de Freguesia de Mouronho.

Antes do regresso a Lisboa, a comitiva açoreana passou por Coimbra com o acompanhamento e apoio do presidente da Junta de Freguesia de Mouronho, António Gouveia e do dirigente da Tuna Rui Andrade.

A viagem dos Filhos da Terra ao continente português terminou como começou, em Lisboa. Foi o momento de visitar alguns locais da Baixa Pombalina, assim como toda a zona histórica de Belém, antes do regresso à Ribeira Chã.

 

Fonte: Filhos da Terra

Ver também

Em véspera de fim de semana recordamos os bailes de máscaras do CARNAVAL DA…

Em véspera de fim de semana recordamos os bailes de máscaras do CARNAVAL DA…

Em véspera de fim de semana recordamos os bailes de máscaras do CARNAVAL DA GRACIOSA 2019 !!!Carnaval 2019 - Bailes de Máscaras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *