Colóquio comemorativo dos 100 anos do combate do NRP Augusto de Castilho

O colóquio comemorativo dos 100 anos do combate do NRP Augusto de Castilho vai realizar-se já amanhã, 13 de outubro, , às 16h00, no Centro Natália Correia, na Fajã de Baixo, numa iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Ponta Delgada e da Zona Marítima dos Açores.
A anteceder o colóquio, terá lugar, às 15h30, uma visita guiada pelo Comandante Augusto Salgado Alves à exposição “Carvalho Araújo – A Vida pela Pátria”, patente naquele espaço municipal.
A primeira palestra, subordinada ao tema “A Grande Guerra nos Açores. Perspetiva Naval”, estará a cargo do Comandante Augusto Alves Salgado e a segunda, intitulada “O ‘NRP Augusto de Castilho’ e as missões de escolta aos navios da~carreira ‘Lisboa-Funchal-Ponta Delgada’ durante a Primeira Grande Guerra. Um desempenho exemplar”, pelo Professor Doutor Mário Fernandes.
A terceira e última palestra será da responsabilidade do Comandante Filipe Mendes Quinto e tem como tema “Os náufragos do Caça-minas Augusto de Castilho – Uma odisseia do séc. XX – Duzentas milhas a remos e o acolhedor auxílio da população da vila do Nordeste”.
Após as três palestras, terá lugar um período de debate.

Livro “A Grande Guerra no Atlântico Português – Volume I e II”

Entretanto, às 18h00, será apresentado o Livro “A Grande Guerra no Atlântico Português – Volume I e II”, da autoria do Capitão-de-mar-e-guerra Augusto Alves Salgado e do Professor Doutor António José Telo.
A sessão de encerramento está agendada para as 18h30, com intervenções do Comandante da Zona Marítima dos Açores, Comodoro José António Croca Favinha, e do Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro.
Saliente-se que o Capitão-de-mar-e-guerra, Comandante Augusto Alves Salgado é, professor da cadeira de História Naval, na Escola Naval, onde leciona a cadeira de História Naval, bem como no Instituto de Estudos Superiores Militares. O Comandante Augusto Alves Salgado é subdiretor do CINAV. Professor de Mestrado e de Doutoramento de História Marítima, é ainda professor de Mestrado de História Militar.
Augusto Salgado é Doutorado em História dos Descobrimentos, é membro Emérito da Academia de Marinha e efetivo da Comissão Portuguesa de História Militar. Já publicou diversas obras e tem participado em diversas conferências e reuniões, tendo sido, nas Jornadas do Mar de 2000, galardoado com o 1º prémio, na classe de História e, em 2011, com o Prémio do Mar – Rei D. Carlos (pela Câmara Municipal de Cascais).
Mergulhador e fotógrafo subaquático há mais de 30 anos, participa, regularmente, em atividades de arqueologia subaquática. Atualmente é co-coordenador do projeto “O U-35 no Algarve”, com Jorge Russo, projeto que, em 2013, ganhou o prémio Adopt a Wreck Award, da Nautical Archaeology Society.
Já Mário Simões Fernandes é Doutorado em História Moderna pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.
Publicou vários artigos, entre eles, “A Companhia de Jesus e o Observatório Astronómico de Pequim, nos séculos XVI e XVII”. In Oito Séculos de Missionação Portuguesa e Encontro de Culturas; e “Subsídios para a História da Construção Naval no Estuário do Tejo. O início da Construção Naval em ferro”.
Já em congressos dissertou, entre outros, sobre: – “A Ciência Náutica em Portugal, no séc. XVII. A controvérsia em torno da determinação da longitude”, no II Congresso Luso-Espanhol sobre Descobrimentos e Expansão Colonial.
Publicou dois livros: – Corsários do Islão no Atlântico Norte 1580-1700; e Joseph Cardozo Corsário em Argel (1675-1694).
Na sua Carreira Profissional foi controlador de Tráfego Aéreo; Supervisor Operacional, Assessor Técnico e Instrutor no Centro de Formação da ANA-EP. Piloto comercial qualificou-se como Piloto Instrutor.
Por último, o Comandante Filipe Mendes Quinto constituiu família na ilha de São Miguel, onde, como Oficial da Marinha, serviu no Comando Naval dos Açores em duas comissões. Na sua última comissão, se ligou muito à sociedade micaelense, como pioneiro do automobilismo desportivo, e um dos fundadores do golfe associativo com a criação Clube de Golfe de São Miguel.
Esteve aos comandos da Lancha Espiga, da Fragata Comandante Hermenegildo Capelo, bem como no Comando da Flotilha de Navios Patrulha, e Comando da Força Naval Operacional do Continente, entre outros. Foi, também, Diretor da Escola de Artilharia Naval.
Ao passar à Reserva, ocupou o lugar de C.E.O. dos Estaleiros Navais “Argi-bay”. A convite do Prof. José Hermano Saraiva, colaborou, no NRP Creoula, no programa “A Grande Aventura”, sobre os Descobrimentos Portugueses. É Vice-Presidente da Direção da Sociedade de Geografia de Lisboa.

Deposição de coroa de flores e descerramento de placa alusiva

Saliente-se que, no domingo, 14 de outubro, às 11h00, haverá uma cerimónia religiosa na Igreja de São José, seguindo-se às 12h00, a cerimónia de deposição de coroa de flores e descerramento de placa alusiva aos 100 Anos do Combate do NRP Augusto de Castilho e o submarino Alemão "U-139", no Monumento aos Marinheiros Mortos na 1ª Grande Guerra, Forte de São Brás.
A 15 de outubro, às 11h45, será inaugurada a exposição "O Sacrifício – A Odisseia do Augusto Castilho em Pop Art", na Escola Secundária da Lagoa, enquanto a 16, às 11h00, terá lugar a cerimónia de descerramento da placa comemorativa da chegada dos sobreviventes do NRP Augusto de Castilho a Vila do Porto, Santa Maria.
Por último, a 20 de outubro, às 12h00, proceder-se-á à cerimónia de descerramento da placa comemorativa da chegada dos sobreviventes do NRP Augusto de Castilho ao Farol do Arnel, São Miguel.

Centro natalia correiaFonte: C. M. de Ponta Delgada

Ver também

Jornadas nacionais abordam “Ser catequista hoje: As dimensões da formação”

Jornadas nacionais abordam “Ser catequista hoje: As dimensões da formação” Out 23, 2018 | Manchete Grupo da diocese de Angra volta a ser numeroso com mais de centen..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *