Pescas

O sector das Pescas merece o melhor empenho, dada a sua função imprescindível não só para a nossa auto-suficiência alimentar, como para conferir valor ao peixe que circula nas nossas Ilhas.

Apesar do imenso mar que nos rodeia, não temos a abundância de peixe que desejávamos. Nesta medida, os nossos recursos piscatórios têm de ser muito bem aproveitados e valorizados.

Insistimos que a qualidade tem de ser paga e não podemos continuar a assistir à desvalorização do nosso pescado e à perda de rendimento dos nossos pescadores, escandalosamente causada por dificuldades no escoamento para outros mercados do peixe que apanhamos.

Para invertermos este registo, temos de aumentar a fiscalização do nosso mar e implementar uma estratégia de valorização do nosso pescado, bem como promover espécies pouco conhecidas com intuito de diversificar o esforço de pesca, que continua muito concentrado em poucos tipos de peixe.

Tudo isto tem de ser baseado no conhecimento científico, num trabalho conjunto com os pescadores, para garante do futuro deste sector.

 

Pedro do Nascimento Cabral

Ver também

Afeto 55

Afeto 55 Out 21, 2018 | Afetos Clique aqui para aceder.