Clube Naval da Horta é um “verdadeiro ativo” na promoção do Turismo Náutico

O Diretor Regional do Turismo salientou o desempenho do Clube Naval da Horta por se apresentar como “um verdadeiro ativo” na promoção e animação turística dos Açores, por via da organização de eventos de natureza náutica, nomeadamente, diversas regatas que escalam a cidade da Horta, a organização anual do Festival Náutico – evento nuclear da Semana do Mar – a presença em feiras para divulgação da Região como Destino com “forte ligação às atividades relacionadas com o mar”, entre outras atividades.

Filipe Macedo, que falava, ontem, após uma visita ao Clube Naval da Horta, sublinhou que “o Governo dos Açores não tem dúvidas do papel da instituição e, por isso, uma vez mais, apoia de forma muito expressiva a sua ação em prol do desenvolvimento do setor”.

“O turismo náutico, nas suas várias vertentes, tem sido um dos enfoques principais da promoção turística dos Açores e assume-se como um produto que potencia a nossa oferta turística, enquanto destino de Turismo Natureza, pelo facto de se desenvolver de uma forma sustentável e não consumidora de recursos naturais”, frisou.

O Diretor Regional, também presente na entrega de prémios do 13º Encontro Internacional de Vela Ligeira, reforçou que “eventos como este, dedicados à vela de competição, assumem-se como importantes veículos de promoção turística, pela sua exposição mediática e pela adesão elevada de participantes e visitantes que aproveitam para fazer férias nos Açores”, acrescentando que o mesmo “conta com a participação de clubes navais regionais, nacionais e também internacionais, e que ao longo das suas 12 edições tem vindo a conquistar maior internacionalização”.

“Esta é, de facto, uma das muitas provas náuticas e desportivas que fazem da Semana do Mar um dos maiores, se não, o maior festival náutico do país e o mais antigo dos Açores, que ao longo dos 43 anos de existência, tem vindo, progressivamente, a aumentar a projeção nacional e internacional e a elevar qualitativa e quantitativamente a sua oferta náutica e recreativa”, destacou.

Filipe Macedo lembrou ainda que “a Semana do Mar tem gerado, ao longo de mais de quatro décadas, ano após ano, nas primeiras semanas do mês agosto, mais um motivo de afluência de visitantes ao Faial, que aproveitam a sua estada para explorarem todas as vertentes turísticas que esta ilha tem para oferecer”.

“Desde sempre, este caracteriza-se por ser um dos principais cartazes turísticos da ilha do Faial e um dos mais conhecidos festivais de Verão dos Açores, com imensa popularidade, sobretudo entre os adeptos das atividades ligadas ao mar e entre as camadas jovens”, realçou.

.

Fonte: GaCS/DRTu