Bispo desafia diocesanos a criarem condições para transformar as paróquias em comunidades vocacionais

Bispo desafia diocesanos a criarem condições para transformar as paróquias em comunidades vocacionais

Jun 13, 2018 | Manchete

D. João Lavrador vai presidir à ordenação sacerdotal de Nuno Fidalgo no dia 30 de junho, na ouvidoria da Povoação

O bispo de Angra convidou a diocese a viver “na alegria” a ordenação presbiteral do diácono Nuno Fidalgo, a 30 de junho, na igreja da Povoação, e incentiva cristãos e comunidades a refletirem sobre a vocação.

“Cada ordenação sacerdotal é um dos maiores dons de Deus oferecido à Igreja diocesana. Por isso, é motivo de alegria e ação de Graças”, escreveu D. João Lavrador na Nota Pastoral ‘Assim como o Pai Me enviou, também Eu vos envio a vós’ (Jo. 20,21).

No documento o bispo diocesano convida cada comunidade cristã, cada cristão e a diocese “a viverem na alegria” a ordenação de um novo sacerdote para Angra.

“Apelo a toda a comunidade cristã que se decida por se encontrar mais com Jesus Cristo Vivo e interpelante na vida de cada pessoa e que se abra ao chamamento que Ele dirige a cada batizado para assumir a missão de testemunha do Evangelho no meio do mundo”, acrescenta.

O futuro sacerdote, o diácono Nuno Fidalgo, de 28 anos, está no sexto ano do Seminário Episcopal de Angra e é natural das Furnas, ilha de São Miguel.

Para o bispo diocesano, todos devem empenhar-se “decididamente, em criar as condições” para transformem as paróquias e a diocese “em comunidades vocacionais”.

“Onde se viva a vocação própria de cada um e onde se desperte para a vocação de todos. Toda a vocação e missão têm a sua iniciativa em Cristo”, assinala.

Na sua nota pastoral, D. João Lavrador convida as famílias, as paróquias, a catequese e os jovens e demais movimentos e grupos eclesiais a “uma reflexão mais intensa” sobre a vocação na Igreja e na vida de cada pessoa.

O bispo de Angra vai presidir à ordenação presbiteral, no dia 30 de junho, na igreja Matriz da Povoação, em pleno Congresso Diocesano da Juventude onde os jovens vão estar reunidos para “escutarem a Cristo que chama e que quer dialogar”.

“É tempo de a Igreja diocesana escutar os desafios que são lançados pelos jovens e de lhes lançar o apelo a integrarem mais as suas comunidades paroquia”, desenvolve, incentivando os jovens para que “se deixem interpelar” pelo testemunho do diácono Nuno Fidalgo.

Nuno Fidalgo vai ser o quarto sacerdote ordenado por D. João Lavrador desde que é bispo da Diocese de Angra, que tem 148 sacerdotes e 165 paróquias nas 9 ilhas do Arquipélago dos Açores.

Fonte: Igreja Açores

Ver também

Tatuador açoriano é o primeiro no pódio do Tattoo Rock Fest (Vídeo)

Fonte: RTP Açores