contador gratuito

“Sou da Paz” é o lema da VI Peregrinação Diocesana de Acólitos

“Sou da Paz” é o lema da VI Peregrinação Diocesana de Acólitos

Mai 17, 2018 | Manchete

Evento decorre na ilha Graciosa de 6 a 7 de julho

A ouvidoria da Graciosa, uma das ilhas mais envelhecidas do arquipélago dos Açores, vai acolher a VI Peregrinação Diocesana de Acólitos, que se realiza entre 6 e 7 de julho.

“Sou da Paz” é o título de uma peregrinação que habitualmente junta acólitos de praticamente todas as ilhas do arquipélago à exceção do Corvo.

A iniciativa é organizada pela Comissão Diocesana de Acólitos que integra o Serviço Diocesano de Liturgia. Este ano, a Peregrinação além de contar com a presença já habitual do Diretor do Serviço Nacional de Acólitos, Pe. Luís Leal, também contará com a presença do Pe. Hélder Gonçalves, diretor diocesano do Serviço de Acólitos na diocese do Funchal que irá abordar um dos primeiros temas desta peregrinação “São Francisco Marto, exemplo para o acólito e construtor da Paz. São Francisco Marto, o segundo mais jovem santo não-mártir da igreja é o patrono dos Acólitos e em Fátima, como vidente das Aparições de Nossa Senhora, teve uma vida de forte centralidade eucarística.

Levado pelo desejo íntimo de consolar o coração de Jesus, pois – dizia – queria dar alegria a um Deus que estava triste com os agravos ao Seu coração, Francisco viveu intensamente a oração contemplativa. Para isso, passava horas seguidas em oração em frente ao sacrário, na Igreja Paroquial de Fátima. Essa vontade de desagravar o coração de Jesus e de se dedicar inteiramente à oração levou-o a desistir de ir à escola, apesar de, nas Aparições, Nossa Senhora de Fátima lhes ter pedido para que aprendessem a ler e a escrever.

O programa da Peregrinação de Acólitos prossegue com outro grupo de trabalho já virado para questões mais práticas e que será orientado pelo Pe. Luís Leal. No mesmo dia 6 haverá ainda um espectáculo de dança, a exibição de uma filme sobre o tema da peregrinação e um momento de oração noturna pela Paz.

No dia 7 de julho, os acólitos participarão numa celebração eucarística na igreja de Santa Cruz.

A última peregrinação decorreu na ilha das Flores, por ocasião da ordenação sacerdotal do Pe. Jacob Vasconcelos, em 2017.

As ilhas do Pico, do Faial e de São Miguel também já receberam esta Peregrinação que todos os anos reúne mais jovens oriundos de várias ilhas. Apenas o Corvo nunca participou nesta peregrinação.

Fonte: Igreja Açores