PSD/Açores chama secretária dos Transportes ao parlamento para explicar o que foi corrigido na operação da SATA para o próximo verão

O deputado e porta-voz do PSD/Açores para a Economia e Finanças, António Vasco Viveiros, anunciou hoje que o partido vai requerer a audição da secretária regional dos Transportes, Ana Cunha, na Comissão de Economia do parlamento açoriano para explicar a operação da SATA para o próximo verão IATA.

Segundo o parlamentar, o caos que se verificou na operação da transportadora aérea açoriana no verão do ano passado e os alertas que chegam de dentro da própria empresa, nomeadamente por via dos seus trabalhadores, “não auguram uma melhoraria na operação programada para os próximos meses de verão”.

“Adensam-se as dúvidas quanto à incapacidade de a SATA garantir a mobilidade dos açorianos e de quem nos visita durante os próximos meses, sem que se veja quer da parte do conselho de administração da empresa, quer da parte do executivo, qualquer iniciativa para corrigir o que falhou no ano passado”, disse.

António Vasco Viveiros classificou como “inaceitável” a resposta do executivo açoriano e do Partido Socialista de que a oferta aumentou, de que os voos estão cheios e que, mesmo que houvesse mais voos, não teríamos capacidade para receber mais turistas porque faltam camas, segundo afirmou no parlamento o socialista Miguel Costa.

“Estes argumentos são inaceitáveis. Num momento em que a Região regista um crescimento do turismo único nas últimas décadas, o Governo demonstra que não está a perceber o que se está a passar e revela incapacidade para encontrar uma solução condigna para aquilo que são as necessidades da Região e dos empresários que estão a investir”, argumentou.

O porta-voz do PSD/Açores para a Economia e Finanças sublinha ainda que, simultaneamente, a resolução do problema de viabilidade da SATA Air Açores “continua completamente abandonada”, situação que está a pôr em causa a manutenção das aeronaves, já que falta dinheiro para pagar a fornecedores.

“São relatadas, quase a um ritmo diário, dificuldades da empresa ao nível da manutenção, por exemplo, que resultam da falta de financiamento, entre outros, para pagamento a fornecedores”, assegurou.

O deputado denunciou também o “incumprimento” do Governo, que não enviou ao parlamento açoriano as contas do quarto trimestre de 2017 da transportadora aérea, contas essas que deviam ter sido entregues até 30 de março último, frisando que as últimas contas conhecidas são as do terceiro trimestre de 2017.

“Nessa altura, o Grupo SATA estava com prejuízos de 25 milhões de euros. A situação agrava-se e o parlamento continua sem conhecer as contas do último trimestre do ano passado, o que constitui uma violação da obrigação do Governo regional perante o parlamento açoriano”, concluiu António Vasco Viveiros.

Fonte: PSD Açores

Ver também

COMEMORAÇÃO DO CENTENÁRIO DO INSTITUTO DE SANTA CATARINA No passado dia 3 do corrente…

COMEMORAÇÃO DO CENTENÁRIO DO INSTITUTO DE SANTA CATARINA No passado dia 3 do corrente…

COMEMORAÇÃO DO CENTENÁRIO DO INSTITUTO DE SANTA CATARINA No passado dia 3 do corrente mês, o Instituto de Santa Catarina, comemorou o seu 100º Aniversário contando com a presença da Secretária Regional da Solidariedade Social, Drª Andreia Cardoso que presidiu a sessão solene. No decorrer da mesma o Historiador da Nossa Terra, Senhor Frederico Maciel…