Vasco Cordeiro insensível à crise da Lavoura da Terceira

O PSD/Terceira acusou esta manhã o Presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, de estar “insensível”, à crise que a lavoura da ilha atravessa, sendo que “foi incapaz, na inauguração do Parque Multissetorial da Terceira, de ter uma única palavra de conforto para o setor, ou de sequer reconhecer o difícil momento que os nossos lavradores estão a viver”, refere Francisco Câmara, líder da comissão política de ilha.

“É lamentável que Vasco Cordeiro não tenha tido uma palavra de conforto ou sequer de reconhecimento do grave problema que a lavoura da nossa ilha atravessa”, adianta o dirigente, lembrando que, “ainda recentemente, cerca de metade dos nossos lavradores viu os seus pagamentos trimestrais pelo leite entregue à fábrica diminuídos em cerca de 12%, e deles nada ficou a haver depois de descontadas as compras realizadas a crédito”.

Francisco Câmara sublinha que “é sabido que a produção limitou o montante máximo de leite entregue por cada agricultor, limitando também a capacidade de muitos produtores conseguirem rentabilizar as suas explorações”, avança.

Trata-se de uma medida “que está a afetar gravemente os agricultores que mais investiram na sua capacidade de produção, e muito em particular os mais novos, que recentemente realizaram investimentos de melhoramento da produção, a contar com um determinado valor de faturação que agora foi reduzido”, explica.

“O presidente do Governo podia, pelo menos, ter demonstrado alguma sensibilidade, ou apresentado alguma esperança ao setor. Mas, ao contrário disso, simplesmente ignorou este grave problema”, acusa o social democrata.

Para o PSD local, e referindo-se às declarações de ontem de Vasco Cordeiro, “é caricato que o presidente do Governo considere a economia da Terceira em 2015 como exemplar, quando foi precisamente naquele ano que, decorrente da grave crise que a ilha atravessava, se apresentou o PREIT”, recorda Francisco Câmara.

“Aliás, a única área que Vasco Cordeiro apresenta como estando bem é o Turismo, um mérito que é essencialmente do governo do PSD na República, que liberalizou o transporte aéreo – contra a vontade do PS regional, diga-se -, e do empenho dos nossos empresários que acreditaram no setor, inovaram e investiram”, refere o social democrata.

O PSD terceirense sublinha igualmente que, “ao contrário do que o senhor presidente afirma, a situação na Terceira é grave, tendo até motivado, na passada semana, uma histórica deliberação conjunta de todos os partidos políticos representados na Assembleia Municipal de Angra do Heroísmo, a exigir uma melhoria nos transportes e acessibilidades, que muito têm prejudicado a nossa economia, reclamando ainda um conjunto de investimentos prometidos e nunca cumpridos, com graves prejuízos para a Terceira”.

Sobre a cerimónia ocorrida ontem, o PSD/Terceira “congratula-se com a inauguração do Parque Multissetorial da Terceira, uma infraestrutura há muito reclamada pela nossa lavoura e pela nossa economia, uma obra anunciada em 2008 e apenas agora inaugurada”, concluem.

Fonte: PSD Açores

Um Comentário

  1. Maria José Henrique Machado

    não é só na lavoura é em tudo mas como digo quem governa regiaõ eé o Carlos Cesar e o filho