Transportes

Depois de todos estes anos constatamos que o Governo Regional do partido socialista ainda não atinou com a política de transportes adequada para implementar nas nossas Ilhas.

Em Fevereiro de 2014, o Executivo socialista anunciou uma verdadeira revolução neste sector, com a apresentação do “Plano Integrado dos Transportes dos Açores”, que visava, na sua essência, promover a coordenação dos transportes aéreos, marítimos e terrestres da nossa Região Autónoma. Depois de todo o alarido à volta deste plano, eis que o mesmo voltou para a gaveta e de lá não mais saiu.

Num arquipélago em que os transportes assumem uma condição essencial para o nosso desenvolvimento económico e social, continuamos sujeitos à inoperância governativa neste domínio.

Para que possamos crescer em termos económicos, com a criação de um verdadeiro mercado regional, sustentado numa circulação segura e eficaz de pessoas e bens, precisamos de ligações marítimas de passageiros e de carga, assim como de um avião cargueiro, em permanência nos Açores.

É assim tão difícil perceber isso?

Por Pedro Nascimento Cabral

in Açoriano Oriental de 5 de Maio de 2018

Ver também

Papa apela à “unidade” entre cristãos, evocando semana de oração

Iniciativa decorre de 18 a 25 de janeiro, unindo milhões de pessoas O Papa evocou hoje no Vaticano a “importante” Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos que vai decorrer em muitos países, incluindo Portugal, de 18 a 25 de janeiro. “Rezemos juntos, nestes dias, para que se cumpra o desejo de Jesus: que todos […] O conteúdo Papa apela à “unidade” entre cristãos, evocando semana de oração aparece primeiro em Igreja Açores.