O Palco Guarita dá prioridade às bandas locais nas Sanjoaninas

O Palco Guarita assume uma posição de destaque nas Sanjoaninas e volta em 2018 a contar com uma forte aposta em bandas locais que apresentam um repertório adequado ao espírito único das festividades.

Instalado junto ao Pátio da Alfândega, o palco é assim intitulado por ser patrocinado pela marca Supermercado Guarita. Esta afiliação «é algo que a autarquia valoriza, porque o Guarita é uma marca local que diz muito aos terceirenses e aos angrenses», de acordo com Guido Silva Teles, vereador da cultura do Município de Angra do Heroísmo. Por sua vez, Bruno Aguiar, administrador da empresa em causa, reconhece a importância das Sanjoaninas no panorama local e regional, o que justifica o envolvimento da marca nas festividades ao longo dos últimos cinco anos.

Por reconhecer a qualidade dos artistas terceirenses, Guido Silva Teles defende que o Pátio da Alfândega visa «dar prioridade às bandas locais, dando-lhes um palco de relevo na principal festa da concelho».

Os primeiros acordes do Palco Guarita, a 22 de junho, estão a cargo da Triplet Band, um maduro grupo local que dará corpo aos grandes clássicos do rock. Na noite seguinte, Zezé Fernandes, oriundo de Ponte da Barca, trará a sonoridade da música tradicional portuguesa para animar a primeira noite de São João. O programa para 24 de junho que contará, também, com o desfile de marchas, dará espaço aos Mostardas, uma banda local que motivará os saltos à fogueira ao ritmo de sertanejo. O projeto musical terceirense On The Road promete manter a noite de segunda-feira nos eixos da animação. A 26 de junho, a dupla local Atuais (Marco Rosa & José Fernandes), dará lugar à música popular portuguesa do momento. No dia seguinte, a Break, uma banda de covers local, dará vida ao melhor rock dos anos 70, 80 e 90. No mesmo ritmo, a 28 de junho, os Kotas darão impulso às guitarras para o pop e rock, mas desta vez com originais terceirenses. Já na reta final, os One O’ Five irão, certamente, conquistar os amantes do Pátio da Alfândega. O grupo Oceanus, originário de São Miguel, encerra o ciclo de concertos no Palco Guarita com o seu reportório habituado a encher os bailes do Coliseu Micaelense.

Deixe o seu comentário:

  • Cultura e Lazer
  • 4
  • Classificar:
  • Partilhar no Facebook
  • Publicado a Sexta, 13 de Abril de 2018

Fonte: C. M. de Angra do Heroísmo