Um dia diferente para populações especiais

Um dia diferente para populações especiais

O Centro Desportivo e Recreativo do Concelho do Nordeste em parceria com o município, no dia 27 de março, dinamizou mais um evento, desta vez Atividades Desportivas e Recreativas para Populações Especiais, no pavilhão da Escola Básica e Secundária do Nordeste e na Praça da República.

Com a presença de cerca de 65 participantes dos diferentes Centros de Atividades Ocupacionais da ilha (CAO da Povoação, da Maia, Seara do Trigo, APACDAA e Amizade 2000), acompanhados por cerca de 15 técnicos, realizaram-se ao longo da tarde um conjunto de atividades de promoção da atividade física, exercício físico, recreação e animação, direcionados para esta população especial, entre estes, exercícios funcionais ao ritmo de música, estações com bolas de fitball, esparguetes, lenções, balões, step´s e algumas coreografias musicais.

Seguiu-se um percurso a pé entre a EBS do Nordeste e a Praça da República, ao som de músicas direcionadas para este grupo populacional tão específico, terminando a atividade com um pequeno lanche-convívio.
O evento envolveu a colaboração ativa do gabinete de apoio social e do desporto do município.

Pretendeu-se com esta iniciativa promover a atividade física, o exercício físico e hábitos de vida saudável, mas também o convívio e a interação entre estes grupos de utentes com necessidades especiais. Havendo no nosso concelho instituições que desenvolvem a sua ação com este grupo populacional (Santa Casa da Misericórdia do Nordeste, Amizade 2000, Associação Nordeste Jovem – desporto adaptado), as quais se vêem muitas vezes circunscritas ao trabalho diário desenvolvido institucionalmente, foi para o CDRCN e para a autarquia um desafio desenvolver uma atividade que permitisse reunir várias instituições com os mesmos objetivos, no sentido de juntos podermos demonstrar à comunidade que é preciso não esquecer as dificuldades, as limitações, os constrangimentos diários e as condicionantes individuais desta população, que poderão ser muitas vezes atenuadas com pequenas ações desta natureza. Partilhou-se e promoveu-se a amizade, a alegria, o sorriso, a boa disposição, o contacto visual, o toque e o abraço, proporcionado desta forma uma aproximação com estes utentes.
A organização endereça um agradecimento às entidades que colaboraram com a iniciativa, nomeadamente às instituições que estiveram presentes e à Santa Casa da Misericórdia do Nordeste no apoio logístico, ao conselho executivo da Escola Básica e Secundária do Nordeste e à RTP Açores que esteve mais uma vez presente, facto que muito motivou os participantes.

Fonte: Câmara Municipal de Nordeste

Ver também

Governo da República não tem verbas para a Cultura nos Açores

O deputado do PSD/Açores na Assembleia da República, António Ventura, lamenta que, “a semelhança do ano passado, também no Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), não haja verbas no âmbito da Cultura para os Açores”, afirmou. O social-democrata questionou a Ministra da Cultura, durante a discussão ..