Bispos portugueses analisam plano de comunicação da igreja que será apresentado pelo pelo bispo de Angra

Abr 8, 2018 | Nacional

D. João Lavrador é o presidente da Comissão Episcopal dos Bens Culturais e comunicação social. Assembleia plenária da CEP começa amanhã em Fátima

A Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) vai analisar no seu próximo encontro um “Plano de Comunicação Social da Igreja”, informa o Secretariado Geral do organismo, em comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

A reunião do organismo máximo do episcopado católico vai realizar-se na Casa de Nossa Senhora das Dores, no Santuário de Fátima, de 9 a 12 de abril.

A agenda de trabalhos prevê uma “reflexão sobre um Plano de Comunicação Social da Igreja”, para que seja “mais adaptada” aos tempos atuais, como referiu o porta-voz da CEP, padre Manuel Barbosa, após o último encontro do Conselho Permanente.

Em janeiro, o presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais afirmou que o Plano de Comunicação da Igreja Católica em Portugal visa articular iniciativas, protagonistas e meios.

D.João Lavrador sublinhou que a Igreja Católica tem “várias iniciativas, vários protagonistas, vários meios, mas falta a harmonização, que o projeto tem de incorporar e planificar”.

A reunião magna da CEP vai ainda debater uma proposta de um Plano de Formação de Catequistas, proposto pela Comissão Episcopal da Educação Cristã e da Doutrina da Fé, tendo como base o documento “Catequese: A alegria do encontro com Jesus Cristo”.

Os bispos analisam, por outro lado, o impacto do Regulamento 2016/679 da União Europeia, relativo à proteção de dados pessoais, e a sua “aplicação às Igrejas e associações religiosas em Portugal”, que entra em vigor em maio.

Este regulamento tem implicações, por exemplo, nos registos de casamento e de batismo.

A 194ª Assembleia Plenária da CEP tem em cima da mesa duas notas pastorais: ‘Outubro de 2019 – Mês Missionário Extraordinário’, convocado pelo Papa Francisco; e ‘800 anos de presença franciscana em Portugal’.

Os participantes vão proceder à análise das respostas ao questionário para a próxima Assembleia do Sínodo dos Bispos, dedicada aos jovens, e à escolha dos delegados para este encontro, marcado para outubro, no Vaticano.

A sessão de abertura, com discurso de D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa e presidente da CEP, está marcada para as 16h00 da próxima segunda-feira.

Depois do encerramento da Assembleia, no dia 12 de abril, vai decorrer uma conferência de imprensa, pelas 14h30, na qual será apresentado o comunicado final.

A CEP foi formalmente reconhecida a seguir ao Concílio Vaticano II, em 1967, com a ratificação pela Santa Sé dos primeiros Estatutos aprovados na Assembleia Plenária de 16 de maio, revistos posteriormente em 1977, 1984, 1999 e 2005.

O Conselho Permanente reúne-se todos os meses e a Assembleia Plenária, ordinariamente, duas vezes por ano.

(Com Ecclesia)

Fonte: Igreja Açores