Lukyanuk pressiona Moura pela liderança no ERC AAR, apesar de saída de estrada

Esta tarde, Alexey Lukyanuk obteve uma ligeira vantagem na primeira prova do FIA ERC, afastando o vencedor da prova de qualificação, Ricardo Moura, do primeiro lugar, apesar do despiste para dentro de um pasto, naquela que se pode considerar uma segunda prova especial dramática.

Vila Franca / São Brás apanhou desprevenidos um grupo de pilotos, Lukyanuk incluido. Surpreendentemente, o piloto principal da equipa Russian Performance Motorsport foi também o mais rápido na prova de 17 km, mesmo depois de um voo para dentro de um pasto, devido ao excesso de velocidade num salto.

Lukyanuk e Moura foram acompanhados na luta pela liderança pelo ERC Junior U28 Martin Koči. Numa abordagem cautelosa ao início da prova especial de Lagoa, com o intuito de salvaguardar os pneus, Koči (patrocinado pela ŠKODA Slovakia), avançou pelo traiçoeiro troço Vila Franca/São Brás e fez o terceiro tempo mais rápido, juntando-se, assim, a Lukyanuk e Moura no aproveitamento da sua posição na estrada para apanhar um piso mais limpo.

Bruno Magalhães, tri-campeão do Azores Airlines Rallye, lidera uma forte batalha pela quarta posição. Contudo, perdeu mais de 10 segundos durante o troço Vila Franca/São Brás e afastou-se dos líderes da prova. O seu compatriota Bernardo Sousa terminou o trio de provas de quinta-feira 1.4s atrás de Magalhães, mantendo uma minúscula vantagem de 0.4s sobre o segundo classificado do ERC Junior U28, Chris Ingram.

Ingram passou por um momento complicado na segunda prova, ao perder a suspensão traseira do seu ŠKODA Fabia R5 (Toksport WRT), após embater numa árvore. Apesar disto, conseguiu ser o quarto mais rápido na passagem por Vila Franca/São Brás, feito impressionante tendo em conta que esta é a sua primeira prova num carro R5.

O sueco Fredrik Åhlin terminou o trio de etapas 0.3s atrás de Ingram, mantendo o terceiro lugar do ERC Junior U28 e o sétimo da geral; isto apesar de um final de dia preocupante, causado pela luz de aviso relativa à pressão do óleo do seu Fabia R5.

Marijan Griebel, duas vezes campeão ERC Junior na sua estreia em piso de terra ao volante do PEUGEOT 208 T16, Frank Tore Larsen e o piloto da ŠKODA AUTO Deutschland, Fabian Kreim, fecharam o top-10, sendo que os últimos dois também ocuparam o top-5 do ERC U28.

Vila Franca / São Brás foi palco de múltiplas saídas precoces e falhas técnicas. Herman Neubauer despistou-se já no final, devido ao piso escorregadio, enquanto Pierre-Louis Loubet encostou o seu Hyundai (patrocinado pela OSCARO), devido a um problema técnico a meio do troço. Laurent Pellier chegou ao fim da etapa, mas parou na secção seguinte devido a um problema elétrico.

Sergei Remennik herdou uma vantagem de 32.1s no ERC2, depois da viatura do líder até aí, Juan Carlos Alonso, sofrer uma falha na bomba de combustível nos 3,95 km finais da super especial Marques. Alonso teve um desempenho soberbo na difícil passagem por Vila Franca/São Brás e conseguiu quase 20s de vantagem sobre Remennik. Contudo, empatou tudo no início da super especial Marques e perdeu quase quatro minutos a tentar colocar o seu Mistubishi Lancer Evo X a funcionar.

Tibor Érdi Jr, campeão do ERC2, desistiu após a primeira especial com a suspensão fronteira direita partida. O húngaro insistiu que não bateu em nada durante o troço. Menderes Okur e Luís Pimentel seguem em terceiro e quarto lugar, com o último a partir o turbo. Alonso completa o top-5, após sofrer problemas na bomba de combustível.

ERC Junior U27: Início auspicioso para Sesks
Mārtiņš Sesks iniciou, de forma perfeita, a sua estreia com o ADAC Opel Rallye Junior Team, passando para a liderança tanto no ERC Junior U27 (patrocinado pela Pirelli), como no ERC3, durante a última prova especial de quinta-feira. No início, Éfren Llarena (Rally Team Spain) liderou o ERC Junior U27, como resultado de uma vitória primorosa nos 17 km de Vila Franca/São Brás. No entanto, perdeu vários segundos na super especial, ao final do dia, e passou para o segundo lugar. Diogo Gago, Tom Kristensson e Simon Wagner completaram o top-5 tanto do ERC Junior U27, como do ERC3.

Vários pilotos foram apanhados pela ardilosa segunda especial. Pedro Antunes, que seguia em segundo lugar no ERC Junior U27, viu-se forçado a parar a meio do troço, tal como Miika Hokkanen com uma falha no motor. Dominik Brož sofreu um furo, depois de bater numa pedra, o que levou a que descesse ao sexto lugar do ERC Junior U27 e ao nono do ERC3.

O que é que se segue?

A primeira etapa de sexta-feira, dia 23 de Março, prossegue com a dupla passagem pelo Pico da Pedra Golfe, a partir das 10h28 (hora local). É uma das seis provas especiais incluídas na calendarização deste dia, que também inclui duas passagens pela icónica especial do vulcão das Sete Cidades, que será transmitida em direto pela televisão e online a partir das 11h42 e 15h44 respetivamente.

Fonte: Azores Airlines Rallye

Ver também

Fundo Próprio é uma mais-valia para o concelho e para as freguesias

Fundo Próprio é uma mais-valia para o concelho e para as freguesias ..