Colégio de São Francisco Xavier volta a formar o “maior rancho” de romeiros da ilha

Colégio de São Francisco Xavier volta a formar o “maior rancho” de romeiros da ilha

Mar 13, 2018 | Manchete

Pelo vigésimo ano consecutivo, cerca de 140 `Romeirinhos´ saem à rua no dia 23 de março

140 alunos dos 5 anos, do segundo e quarto anos do primeiro ciclo e do sexto ano, do segundo ciclo participam no próximo dia 23 de março na XX Romaria do Colégio de São Francisco Xavier, em Ponta Delgada.

Numa atitude de oração e penitência sairão do Colégio e passarão pelas Igrejas dedicadas a Nossa Senhora e culminarão no Convento da Esperança, depois de uma breve passagem na igreja de S. José, Padroeiro da Paróquia e patrono da Congregação das Irmãs de São José de Cluny. Como habitualmente, terão a celebração da palavra orientada pelo Padre Norberto Brum, na Igreja do Convento da Esperança. Após a celebração da palavra, haverá o encontro da família, onde as meninas, vestidas com os trajes tradicionais, partilharão a sua merenda com os seus “irmãozinhos”, informa uma nota enviada pela direção do Colégio ao Igreja Açores.

“A romaria é o culminar de semanas de preparação, onde toda a comunidade educativa e, principalmente, os alunos que vão sair na romaria se preparam espiritualmente para a mesma” refere a nota.

Todos os anos, o Colégio convida um Romeiro para explicar aos alunos o significado da simbologia dos objetivos que acompanham o Romeiro, como: o bordão, o xaile, o lenço, a Cruz e o saco ao ombro, os dois terços, um ao pescoço e outro na mão, etc.

“O programa de vida tão bem interiorizado e vivenciado pelos Romeiros, que durante sete semanas da Quaresma percorrem a pé a ilha de São Miguel, rezando junto às Igrejas e Capelas dedicadas a Nossa Senhora, deve ser perpetuado” refere a direção do Colégio, sublinhando que “estas Romarias têm valores, virtudes e vivências que importa preservar, no essencial, nas suas características originais, pois constituem um legado inestimável de Fé e Esperança dos nossos antepassados”.

A ligação do Colégio aos romeiros é evidenciada através da presença de muitos dos ranchos que passam por Ponta Delgada na Capela do Colégio, entoando orações que facilmente chegam ao céu e aos corações de todos os que os acompanham nesta caminhada.

“Quando as vozes graves dos romeiros soam no portão do Colégio, muitas Irmãs, educadoras, professores, funcionários e restante Comunidade Educativa, conjuntamente com as suas crianças, dirigem-se à capela para participar na oração dos Irmãos e, juntos, transformam-na num lugar de oração, onde se reza a uma só voz” destaca a nota.

“Este é um momento de grande emoção, principalmente quando as vozes dos adultos cessam e ouvem-se, somente, as vozes inocentes das crianças. É neste momento que, muitas vezes, se observam as lágrimas que escorrem, de forma incontrolável, pelos rostos dos “irmãos”, que relembram os seus tempos de crianças e os seus próprios filhos”, conclui a nota convidando toda a comunidade educativa desta instituição de ensino a participar na iniciativa.

“Preservar esta manifestação de fé que completa 20 anos, no nosso Colégio, em 2018, e despertar nos alunos, desde tenra idade, um conjunto de ferramentas espirituais associadas à fé e aos valores contidos na tradição, a par de uma educação de excelência em competências académicas, sociais e culturais que lhes permita uma formação integral em todas as áreas, tem sido uma das preocupações deste Colégio”, diz ainda a nota enviada ao Igreja Açores.

O Colégio de São Francisco Xavier é um dos dois colégios católicos nos Açores, geridos por congregações religiosas.

Fonte: Igreja Açores