Suspeito foi preso na semana passada e ficou em prisão preventiva.

A PJ de Ponta Delgada, Açores, prendeu um funcionário dos CTT, de 56 anos, que durante ano e meio – entre o verão de 2016 e o início deste ano – pagou com regularidade a um casal para abusar de uma das filhas. A menina começou a ser atacada com 8 anos (tem 9 atualmente). Consciente dos problemas económicos e sociais dos pais da criança, que têm mais filhos, o predador sexual começou a apoiar materialmente a família. Com isso conseguiu levá-la para sua casa, onde a menina foi repetidas vezes alvo de abusos sexuais. A criança era também aliciada com pequenas ofertas. O agressor terá sido denunciado por pessoas ligadas à Segurança Social que, depois, alertou a Polícia Judiciária. O suspeito foi preso na semana passada e ficou em prisão preventiva.

Fonte: Correio da Manhã

10 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here