contador gratuito
Segunda-feira , 21 Maio 2018

Bispo de Angra pede aos novos diáconos para serem os “despertadores” da consciência cristã num mundo “marcado pelo mal”

Bispo de Angra pede aos novos diáconos para serem os “despertadores” da consciência cristã num mundo “marcado pelo mal”

Dez 8, 2017 | Manchete

Bispo de Angra pede aos novos diáconos para serem os “despertadores” da consciência cristã num mundo “marcado pelo mal”

D. João Lavrador ordenou três diáconos, um deles em ordem ao sacerdócio

O bispo de Angra ordenou hoje três novos diáconos- um em ordem ao sacerdócio e dois permanentes- e desafiou-os a serem “um despertar da consciência cristã” com vista à criação de um novo tempo marcado pela “fraternidade” e pelo “serviço” ao outro.

“A Igreja, na sua missão evangélica, é chamada a ouvir o clamor dos pobres e a socorre-los. Procurai, caros ordinandos e candidato ao ministério de leitor, discernir os `gemidos do Espirito´, segundo as palavras de S. Paulo, que está, no meio de perplexidades e incompreensões a edificar uma nova humanidade” disse D. João lavrador na homilia da missa da Solenidade da Imaculada Conceição, celebrada no Santuário de Nossa Senhora da Conceição, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira.

“Desassossegai a consciência cristã e denunciai o mal reinante no mundo” exortou o prelado, sublinhando que quem serve na igreja é como “um despertar da consciência cristã para que a partilha fraterna seja uma prática comum entre os membros da comunidade e uma presença evangélica no meio do mundo”.

O prelado diocesano lembrou que a ordenação diaconal “fortalece a comunhão eclesial” e “desperta a comunidade cristã para a sua condição de servir sobretudo os que mais precisam”.

O responsável pela diocese insular, que desde que é bispo titular da diocese, há dois anos, já ordenou três sacerdotes sublinhou a importância do serviço na igreja como factor de “credibilidade evangélica” e quem o presta é, por isso, “um convite vivo e exemplar para que a Igreja realize esta sua primeira missão de ser servidora da pessoa e da sociedade, promovendo a dignidade de cada um e o bem comum de todos”.

O bispo de Angra ordenou esta sexta feira três novos diáconos, um deles- Nuno Fidalgo é aluno do 6º ano, tem 28 anos e é natural da freguesia de Furnas, Concelho de Povoação- será ordenado sacerdote no final deste ano letivo.

Com ele foram ordenados dois diáconos permanentes ambos da ilha Terceira, naturais da paróquia da Ribeirinha: Heriberto Brasil, de 71 anos e Francisco Henrique Lima, de 59 anos de idade.

Além da ordenação diaconal houve também a instituição do seminarista Fábio Carvalho no ministério de Leitor. Fábio Carvalho é aluno do quinto ano, no Seminário Episcopal de Angra, é natural da Matriz da Ribeira Grande e tem 33 anos.

A diocese de Angra fica agora com oito diáconos, sete deles permanentes. Ao todo tem 151 sacerdotes, dois deles ordenados este ano.

As ordenações diaconais nos Açores têm sempre lugar no dia da Imaculada Conceição, coincidindo esta festa com a do Santuário de Nossa Senhora da Conceição. Este ano celebra 30 anos da sua criação e a confraria de Nossa Senhora da Conceição 300 anos.

Só hoje foram celebradas oito missas neste Santuário, um dos cinco santuários diocesanos do arquipélago.

Depois da novena preparatória da festa, pregada por inúmeros sacerdotes, a Solenidade da Imaculada Conceição começou a ser celebrada com as Vésperas cantadas pelo Seminário Episcopal de Angra. Durante a noite houve Vigilia orientada e animada pelos vários grupos de apostolado da paróquia e da ilha Terceira.

Fonte: Igreja Açores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *