Exposição de longa duração – Sala do pipe-line

O óleo produzido era armazenado em depósitos subterrâneos, com cerca de catorze toneladas de capacidade, situados sob o pavimento do armazém das farinhas. O óleo de cachalote, quase todo exportado para países europeus, começou por ser transportado em barris e, mais tarde, em bidões e navios-cisterna. O óleo era bombeado, através de um sistema de pipe-line, apoiado em jangadas de bidões, para os navios-cisterna que ancoravam ao largo. A primeira bomba (manual) foi substituída por uma bomba elétrica e posteriormente por uma a vapor.

..

Fonte: Agenda Cultural Açores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *