A centralidade da Horta no tempo da telegrafia por cabo submarino

A centralidade da Horta no tempo da telegrafia por cabo submarino

Esta exposição é constituida por painéis temáticos relativos à evolução do estabelecimento das comunicações telegráficas internacionais e à centralidade da Horta neste contexto, com a apresentação de equipamentos tecnológicos e de um elemento multimédia sobre a ilha do Faial no tempo da introdução desta alta tecnologia do séc. XIX..

No início do séc XX, o Faial revelou-se o principal ponto intermédio de ligação no Atlântico Norte. Entre 1900 e 1928 ficaria ligada à Alemanha, Canadá, Estados Unidos da América, Irlanda, Cabo Verde, Itália e França. As empresas internacionais de cabo submarino mantiveram-se na Horta durante 76 anos, entre 1893 e 1969, e esta singularidade da ilha do Faial na confluência das rotas que cruzam a ilha do Faial, alterou o seu modus vivendi como a projetou no âmbito do domínio global das comunicações.

..

Fonte: Agenda Cultural Açores

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *