Governo Regional vai compensar produtores pelo abate de animais infetados com BVD

O Diretor Regional da Agricultura, José Élio Ventura, adiantou hoje que o Governo dos Açores vai passar a compensar os produtores pelo abate de todos os animais infetados com Diarreia Viral Bovina (BVD), contribuindo assim para acelerar o plano de erradicação desta doença.

“Na proposta de alteração da legislação do Plano de Erradicação da BVD, que está em fase de conclusão, conforme compromisso assumido perante os parceiros e na Assembleia Legislativa, prevemos compensar todos os animais persistentemente infetados que sejam abatidos”, afirmou José Élio Ventura na abertura da XVI Exposição Agrocomercial da Ilha Terceira.

Na sua intervenção, o Diretor Regional salientou que, num universo de aproximadamente 260 mil animais no arquipélago, já estão realizadas cerca de 94 mil análises em bovinos, representando uma percentagem de 0,57% de animais infetados, tendo sido abatidos 493 animais.

“A cedência de marcas auriculares específicas para o diagnóstico desta doença já abrange perto de 1.400 explorações. É um avanço enorme para o diagnóstico da BVD, que levará a uma mais célere erradicação desta doença”, frisou José Élio Ventura, acrescentando, no entanto, que os Açores possuem um “excelente estatuto” no âmbito da sanidade animal.

O Governo dos Açores iniciou em finais de 2016 o programa de controlo da BVD, que visa ajudar os agricultores a controlar, minimizar e erradicar esta doença das suas explorações.

José Élio Ventura frisou ainda que a Agroter é uma feira de referência no panorama regional e que, em 2018, decorrerá no novo Parque Multisetorial da Ilha Terceira, que está em fase final de construção.

“Estou convencido que vamos todos ficar a ganhar com esta mudança, dada a melhoria substancial das condições disponibilizadas para eventos desta e de outra natureza”, salientou José Élio Ventura.

A XVI Exposição Agrocomercial da Ilha Terceira decorre até domingo na Praia da Vitória, contemplando zonas de exposição agrícola e comercial, bem como concursos de animais.

Fonte: GaCS/RM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *