ùltimas Notícias

Sabrina Furtado quer revitalizar indústria e criar marca “Vila Franca do Campo”

A candidata do PSD à presidência da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo quer fazer crescer a indústria no concelho, “aproveitando o excedente de leite dos produtores” para criar “a marca de laticínios “Vila Franca do Campo”, numa iniciativa que terá a autarquia como parceira dos nossos empresários agrícolas, e que vai abranger mais produtos”, avançou.

Segundo Sabrina Furtado, “a câmara será o parceiro promotor e incentivador na criação dessa indústria, que vai aproveitar os excedentes da produção agrícola, de onde se destaca naturalmente o leite, criando assim lacticínios com marca Vilafranquense”, explicou.

“Mas podemos apostar no setor agrícola, não só através dos excedentes existentes, mas também apoiando o surgimento de produtos novos, que tenham valor acrescentado em mercados exteriores”, sublinhou a candidata.

Numa altura em que a produção de leite “está com baixo valor por litro, nas cooperativas, e em que os produtores têm excedente de produção, há duas formas de aproveitar esse excedente”, diz a social democrata, referindo que o mesmo pode se “transformado e vendido, pelo que ganham os produtores e ganha Vila Franca do Campo, ao ficar com um produto criado e registado com o nome do concelho”.

Sabrina Furtado acrescenta que “não pretendemos transformar apenas os excedentes de leite, mas sim de vários outros produtos agrícolas”, sendo que “a necessária revitalização da indústria produtora no concelho passará também por aí. E também com a câmara a ser um parceiro incentivador e promotor, aproveitando o que se produz dentro do concelho para criar riqueza e postos de trabalho”.

A candidata do PSD adianta igualmente que pretende reunir com os empresários e produtores locais, “a fim de acordarmos formas e métodos de produção, que terão sempre o selo vilafranquense, e em torno das quais a autarquia irá fazer de tudo para que sejam um sucesso no mercado interno e no estrangeiro”, concluiu.

Ler Mais em: PSD Açores

Ver também

Vasco Cordeiro incapaz de exigir à República que cumpra os seus compromissos

Mónica Seidi considera que a reação de Vasco Cordeiro à inexistência no Orçamento do Estado para 2018 de qualquer verba para a execução do Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) con..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *